Mais 28 amostras da variante delta são confirmadas na capital de São Paulo

O monitoramento ativo da Prefeitura de São Paulo, em parceria com o Instituto Butantan, detectou, nesta terça-feira (3), 28 amostras da variante delta do novo coronavírus no município de São Paulo. Até o momento, a capital registra 50 diagnósticos para a nova variante. Os casos estão em investigação pelas respectivas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da rede municipal. 

O monitoramento das variantes na capital é realizado por meio de cálculo amostral, por semana epidemiológica. As amostras seguem para análise do laboratório do Instituto Butantan, do Governo do Estado, onde é realizado o sequenciamento genético. 

Além dessa ação de monitoramento, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) também realizou parceria com o Instituto de Medicina Tropical (IMT) da Universidade de São Paulo (USP) e possui a vigilância do laboratório estadual do Instituto Adolfo Lutz.

Semanalmente, cerca de 600 amostras são enviadas aos respectivos laboratórios. O objetivo do trabalho é identificar quais cepas circulam pela cidade. A ação com os laboratórios foi iniciada em abril de 2021.

Com informações da Prefeitura de São Paulo