Homem acerta faca na tia e soco no primo

Um morador de Louveira, de 36 anos, foi preso em flagrante por violência doméstica, agressão e ameaça. Ele mora em uma chácara com várias casas, onde residem também a tia e um sobrinho.

Depois de ingerir bebida alcoólica com drogas, o morador passou a fazer ameaças contra a tia, de 60 anos e o primo, de 25.

Durante discussão ele disse que quer que os dois deixem a chácara, porque ela pertence ao seu pai.

Na discussão, o autor se armou com uma faca, arremessou em direção da tia, acertando o pé dela e causando-lhe ferimento.

Já o primo, de 25 anos, que tentou defender a mãe, acabou sendo agredido com soco no peito.

Vizinhos viram a cena e chamaram a Polícia Militar, que prendeu o autor.

No compartimento de presos da viatura, o morador da chácara passou a dar chutes e socos contra os vidros, tentando danificar a viatura.

Os policiais o algemaram e o recolheram para cela da Delegacia de Polícia Civil de Louveira.

O delegado do Plantão Regional de Polícia Civil, Rodrigo Lima Leite Carvalhaes, ouviu todas as partes e determinou a prisão em flagrante do autor sem arbitrar fiança.

Em seu despacho para a Justiça o delegado explicou que teve convicção em decretar a prisão em flagrante, com base nos depoimentos das vítimas, atestados médicos apresentados na Delegacia e enalteceu que a tia quer uma Medida Protetiva da Justiça para que o sobrinho permaneça distante dela, com medo de que lhe ocorra algo de mais grave.