Plano de Políticas Públicas Familiares tem pesquisa prorrogada

A Unidade de Gestão da Casa Civil (UGCC), através da Assessoria de Políticas de Direitos Humanos, prorrogou o prazo para a população participar da pesquisa para a criação do Plano Municipal de Políticas Públicas Familiares. Os interessados em contribuir poderão acessar a pesquisa (clique aqui) e participar até 30 de setembro.

O objetivo do plano é fortalecer os vínculos familiares através de políticas públicas específicas e assim combater problemas sociais de forma mais efetiva.

“O desenvolvimento do plano busca fortalecer a sociedade como um todo. Entendemos que a família é um ente fundamental para a boa formação do ser humano e, por isso, ela não pode estar fora de nosso campo de atuação e investimento”, afirma o gestor da Casa Civil, Gustavo Maryssael.

O Plano Municipal de Políticas Públicas Familiares está estruturado em cinco eixos temáticos. São eles: 1) Vínculos familiares e formação; 2) Trabalho; 3) Projeção econômica; 4) Equidade e combate a discriminação e violência; 5) Plano de ação.

“No desenvolvimento do plano, nós mapeamos ações em desenvolvimento na cidade, levantamos dados estaduais e municipais, avaliamos a adoção de estratégia transversal entre as Unidades de Gestão e, neste atual momento, estamos buscando as demandas das famílias do município”, explica o assessor de Políticas de Direitos Humanos, Paulo Fernando de Almeida.

%d blogueiros gostam disto: