Em dia de greve dos motoboys, Praça de Alimentação lota no Maxi

No segundo dia de paralisação dos motoboys que fazem entregas de refeições por aplicativos, a Praça de Alimentação do Maxi Shopping em Jundiaí ficou super lotada.

O jornalista Fernando Crus enviou foto às 13 horas mostrando que não tinha mesas disponíveis para almoçar neste domingo (10). Ele contou que havia ‘fila de espera’ por mesas.

Os motoboys que trabalham para iFood, Rappi, 99 e Uber Eats reivindicam melhores taxas, unificação de valores para a cidade toda e cobrança de ‘bandeira 2’ aos domingos.

A iFood informa que a partir de novembro haverá um reforço nos pagamentos para a categoria.

A greve dos motoboys vai até terça-feira, dia 12, retornando ao trabalho no dia 13.

Quem tentou fazer pedidos pelo iFood neste domingo teve algumas decepções. Um restaurante tradicional aparecia como “fechado” pelo aplicativo.

Um outro do bairro do Vianelo, apesar de aceitar encomendas, não estava conseguindo cumprir os prazos estabelecidos.

O aplicativo dava como opção “falar com o restaurante”, que não respondia às mensagens dos clientes. No final o iFood fazia devolução do dinheiro.

Por isso muita gente preferiu ir comer no shopping.


A manifestação dos motoboys em frente ao JundiaíShopping, neste domingo (10). Vídeo do Motoboy Xororó