Amarati apresenta seu 25ª Festival de Dança

A Associação de Educação Terapêutica para Portadores de Lesões Neurológicas (Amarati) apresenta no dia 29 de outubro, a 25ª edição do Festival Amarati. O tema deste ano é “Um é pouco, dois é bom, três é D+, Solos, Duos e Trios”. O evento será apresentado no Teatro Polytheama, às 20h, com entrada gratuita.

Segundo o coreógrafo, Luiz Carlos Faustini, serão apresentadas 14 coreografias, com a participação de 28 pessoas, entre assistidos, familiares e colaboradores. Faustini relata que os pacientes vêm se desenvolvendo bastante a cada ensaio. “Eles são disciplinados e estão melhorando os movimentos, tenho certeza que será um grande espetáculo”, afirma Carlinhos.

O festival acontece desde 1995 e sempre é apresentado no Polytheama em parceria com a secretaria de cultura e lazer. De acordo com o coordenador do setor de habilidades motoras da Amarati, Jonatas Ferreira de Souza, devido a pandemia, não houve apresentação no ano passado e esse ano seguindo as normas de segurança sanitária a ocupação será reduzida para 650 espectadores. “O festival é uma forma de sobrepujar o trabalho multidisciplinar que a equipe desempenha durante o ano todo com os assistidos e o resultado é a superação das adversidades, preconceitos e estigmas que pessoas com limitação tem. E mesmo em tempos de pandemia os atendimentos não cessaram, reinventamos e de forma remota fomos capazes de levar os atendimentos aos assistidos, diz Souza.

Sobre o Festival
O trabalho envolvendo dança e terapia começou na entidade em 1995 com o objetivo de promover a inclusão social e valorizar as potencialidades dos pacientes por meio da dança.

Serviço
25º Festival Amarati – Um é pouco, dois é bom, três é D+
Data: 29 de outubro, às 20h
Local: Polytheama
Gratuito

%d blogueiros gostam disto: