Marido mata a esposa a facadas em Jundiaí

O morador do bairro do Bom Jardim, em Jundiaí, Benedito Batista Filho, de 57 anos, matou na madrugada desta quarta-feira (27) a esposa, Elizangela Paulino, de 36 anos, com golpes de faca, no quarto do casal.

O autor vinha brigando constantemente com a esposa, segundo declarações de uma parente para a Polícia Militar.

Quando ouviu os gritos da mulher durante a noite, achou que era mais uma briga – que se tornou comum.

Pouco depois o homem avisou para a filha, que reside próximo, ter feito uma besteira e “achava” que matou a mulher.

Um filho de Benedito, que reside na cidade de Itupeva, foi avisado e se deslocou até a residência e ligou para o telefone 192 do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

Uma equipe médica foi até a residência e encontrou a mulher no quarto toda ensanguentada e constatou o óbito.

Minutos antes da Polícia Militar chegar, Benedito disse aos parentes que não seria preso e iria se matar, entrando em uma mata fechada.

A Polícia o procurou, mas não localizou.

O delegado do Plantão Policial de Jundiaí, Tiago Vieira Oliveira, requisitou presença de peritos da Polícia Científica ao local.

Os peritos constataram que o autor teria usado uma picareta tentando quebrar o piso, ‘onde possivelmente o corpo da vítima poderia ser ocultado”.

O carro de cadáver do Serviço Funerário da Prefeitura de Jundiaí foi requisitado e recolheu o corpo de Elizangela para o Instituto Médico Legal (IML), onde passará por exames necroscópicos na manhã desta quarta-feira.

Agora a Polícia Civil tenta localizar Benedito.

Nas últimas semanas houve aumento considerável de violência doméstica na região de Jundiaí. Muitas vítimas ainda preferem não prestar queixa dos companheiros e continuam vivendo sob o mesmo teto.

 

%d blogueiros gostam disto: