Identificado homem que morreu eletrocutado furtando fios

O Instituto Médico Legal (IML) de Jundiaí descobriu quem é o homem que morreu eletrocutado na madrugada desta segunda-feira (22) tentando furtar fios de energia elétrica da cabine de força da Caixa Econômica Federal da rua Rangel Pestana, no Centro da cidade.

O homem é Alexandre Santos de Lima, de 33 anos. Ele nasceu em 28/01/1988 em Bragança Paulista e é filho de Roselaine dos Santos de Lima e Amaro Pedro de Lima.

O IML não conseguiu localizar os familiares.

Quem tiver informações pode pedir para comparecer no Cemitério do Montenegro, para liberação do corpo para sepultamento.

Como foi

Na manhã desta segunda-feira um segurança chegou ao banco para abrir a agência. Ele encontrou o portão da garagem arrombado.

No setor da cabine de força a porta estava aberta e havia o corpo de um homem eletrocutado junto à fiação da fase primária.

Soldados do Corpo de Bombeiros foram requisitados para retirar o corpo.

Os bombeiros pediram à CPFL para desligar a rede de energia, para fazer a retirada.

O médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) constatou o óbito.

O delegado Antônio Dota Júnior determinou a realização de perícia da Polícia Científica, para saber se mais gente participou da ação. Também pediu ao agente Xororó da Polícia Civil que solicitasse análise do IML para tentar identificar o homem.

A equipe do IML realizou coleta de impressões digitais e por meio do banco de dados da Prodesp junto ao Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD), foram confirmadas as informações.

 

 

%d blogueiros gostam disto: