Homem arranca cabelos da companheira e é preso pela Guarda

A Guarda Municipal de Jundiaí atendeu mais uma ocorrência de Violência Doméstica. Uma mulher de 44 anos pediu socorro porque o companheiro dela tentou por várias vezes desferir socos no rosto dela. A vítima correu para a casa de um vizinho e ele a agarrou pelos cabelos, arrancando um tufo com as mãos. A mulher precisou de atendimento médico. O filho dela, de 7 anos, que tentou defender a mãe, também levou um soco.

De acordo com relato da vítima, ela tinha ido a uma confraternização da empresa onde seu companheiro trabalha.

A vítima voltou dirigindo o veículo, pois o autor não tinha condições, por ter ingerido grande bebida alcoólica.

Ao chegarem em casa, o companheiro continuou no interior do carro, dormindo.


Cerca de 10 minutos depois, a vítima tentou acordar o companheiro respingando um pouco de água em seu rosto, pois ele não atendia aos chamados e aos toques.

Então ele acordou e a vítima pediu para ele sair do carro e adentrar à casa para ir na cama.

Nesse momento o homem se levantou e cuspiu no rosto da filha deles, de 7 anos.

A mulher entrou na frente e o companheiro tentou lhe dar um soco, sendo que ela conseguiu se desviar.

Então o filho da vítima falou: “na minha mãe você não vai bater”.

Nisso o autor tentou desferir outro soco, e a vítima também conseguiu desviar.

Então a mulher correu em direção de uma viela e o companheiro deu um soco no filho dela, tendo este caído.

Vendo o filho no chão, a mulher subiu sobre o autor para segurá-lo e impedir que fizesse mais mal ao filho.

Enquanto o segurava, o companheiro passou a xingá-la.

Para tentar se soltar, o autor mordeu o braço da vítima, lhe causando lesão aparente.

A mulher correu e se abrigou na casa de um vizinho.

O companheiro dela entrou na residência e, com medo de que ele pudesse pegar uma faca, a vítima foi até o portão.

Vendo que a mulher fechou o portão, o autor foi correndo em sua direção e a segurou pelos cabelos e acabou arrancando um tufo.

Depois disso retornou para dentro de casa e começou a quebrar vários objetos.

Quando da chegada da Equipe da GM, Felipe estava tomando banho.

Ao sair, tratou os GM com estupidez, arrogância e desrespeitando a autoridade dos Guardas, tendo sido necessário uso de força física moderada para contê-lo.

Assim todos envolvidos foram encaminhados ao Plantão, onde a Autoridade tomando ciência dos fatos, deliberou pela prisão em flagrante do indiciado.

O autor foi recolhido ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista.

As vítimas foram socorridas ao Hospital São Vicente de Paulo.

%d blogueiros gostam disto: