PM proíbe policiais de divulgarem ocorrências nas redes sociais

O Comando Geral da Polícia Militar baixou norma publicada no Diário Oficial do Estado que proíbe, a partir desta quarta-feira (29/12) a publicação nos perfis pessoais dos membros da corporação de qualquer texto ou imagem relacionada à corporação.

De acordo com a DIRETRIZ Nº PM3-006/02/21, do Estado Maior da Polícia Militar, os policiais militares não podem mais publicar no Facebook, Instagram ou Twitter, imagens de seus trabalhos junto à comunidade. Não podem mais tirar fotos ao lado de viaturas e muito menos exibir qualquer equipamento de trabalho ou fazer comentários relacionados às ocorrências.

O Comando Geral da PM determina que as ocorrências devem ser filtradas pelo Departamento de Comunicação Social e, a partir da publicação nos canais oficiais da corporação, é que os soldados podem fazer compartilhamentos, mas se eximindo de comentários sobre as publicações.

Um oficial ouvido pelo “Jornal da Região”, comentou que a decisão ocorre mais por abusos cometidos por algumas pessoas – como reportagem publicada no site de policiais em outros estados que estão “monetizando” suas páginas.

Pela norma publicada no Diário Oficial, os policiais militares devem zelar pelo nome da PM nas mídias digitais e não devem fazer comentários, “para evitar mal-entendidos e polêmicas que recaiam sobre a sua pessoa e, por conseguinte, sobre a Polícia Militar”.

Diz ainda que não podem publicar fotos, conteúdos ou comentários de colegas de trabalho sem as devidas anuências; não publicar fotos, conteúdos ou comentários de caráter exclusivamente pessoal durante o horário de serviço; não utilizar o ambiente virtual como alternativa para aquilo que não se deva praticar no ambiente real; não publicar conteúdos sobre assuntos incompatíveis com a classe policial-militar”.

O comando da PM orienta os policiais a partir desta data a usar perfis privados/fechados, de modo a ter mais controle acerca do público visualizador dos conteúdos publicados.

Os policiais militares que descumprirem as regras estarão sujeitos aos Códigos Penal e Penal Militar.

A nova regra proíbe inclusive os policiais de usarem o brasão da PM em seus perfis pessoais.

Para a Imprensa as medidas adotadas serão péssimas para a publicidade de ocorrências policiais, uma vez que o Departamento de Comunicação Social da Polícia Militar em São Paulo não dá conta de responder aos questionamentos feitos por jornais, rádios e emissoras de TVs de todo o Estado. Às vezes as respostas nunca chegam.

%d blogueiros gostam disto: