DIG apreende alimentos vencidos em supermercado

Por determinação do diretor da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí, Josias Guimarães, uma equipe de policiais civis esteve no Mercado Centenário, no Parque Centenário, para verificar denúncia de venda de produtos vencidos.

Os policiais constataram que a denúncia tinha procedência. Uma funcionária, responsável naquele momento, foi conduzida até a sede da Delegacia, no bairro do Anhangabaú.

A funcionária não contestou os laudos produzidos pelos policiais civis, com as apreensões de produtos vencidos como arroz Broto Legal, embalagens de pão de alho, refeição congelada, produtos Renata, iogurtes, requeijão, leite Shefa, fermentos e extratos de tomate.

O delegado Josias Guimarães determinou a elaboração de boletim de ocorrência de crime contra a Ordem Tributária, Econômica e de Consumo; Crime contra as Relações de Consumo; vender ou expor para venda matéria-prima ou mercadoria em condições impróprias para o consumo.


A funcionária do mercado teve fiança fixada em um salário-mínimo e pagou para responder processo em liberdade.

Os policiais da DIG de Jundiaí informam que qualquer cidadão pode fazer denúncia de produtos vencidos ou mal-conservados.

Antes de postar nas redes sociais a denúncia deve ser feita por meio da Delegacia Eletrônica, no site www.ssp.sp.gov.br, para que os investigadores possam dar o flagrante.

O mesmo ocorre com a venda de combustíveis. Se houver suspeita de adulteração pode ser feita ligação no Disque Denúncia, no telefone 181.

 

 

%d blogueiros gostam disto: