Workshop sobre Cinema dá início ao 3º Festival de Curtas-Metragens

O workshop gratuito sobre “Cinema para principiantes”, realizado na noite dessa quarta-feira (11), a Unidade de Gestão de Cultura (UGC), em parceria com a Câmara Setorial do Audiovisual e Cultura Digital do Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC), deu início à programação do 3º Festival de Curtas-Metragens, que este ano voltou a ser realizado presencialmente. A atividade inaugural foi realizada no Centro Comunitário da Vila Hortolândia e contou com a mediação de Lígia Ballas.

“É muito significativo ver como o Festival de Curtas-Metragens, que surgiu de uma demanda da sociedade, a partir da Câmara de Audiovisual e Cultura Digital, tem crescido em adesão, qualidade e visibilidade ao longo destes anos. E ainda mais por iniciarmos esta programação no centro comunitário de um bairro que tem um cine clube e que, portanto, se organiza para promover esta linguagem artística”, comemorou o diretor de Cultura da UGC, João Carlos De Luca.

E fez ainda uma provocação. “Em breve a Prefeitura irá entregar o Centro das Artes todo revitalizado. A partir da preocupação com as demandas da classe artística, o novo projeto do espaço irá contar, além da famosa Sala Glória Rocha, com 300 lugares, com outra sala de apresentações, com mais 100 lugares e com capacidade para abrigar programação audiovisual. Fica aqui a provocação para a sociedade, para que colabore conosco para que ali seja promovida uma programação frequente”.

Um dos participantes foi o designer de marketing Pierre Cardoso, de 21 anos, que se inscreveu em todos os workshops da programação. “Decidi me inscrever para encontrar pessoas com interesses como os meus e também para ver como, nos bairros, estão sendo desenvolvidas atividades do audiovisual. Atualmente trabalho com produção de vídeos e fotos e vou abrir uma agência de direcionamento de artistas. E durante o workshop pude identificar referências sobre ângulos e enquadramentos que, na prática eu já executava, mas que não tinha conseguido pensar nos significados e sentimentos que eles traziam”, comentou o morador do Terra da Uva.

Mais Festival
A programação do Festival segue até a próxima quarta-feira (18). Pela Mostra Competitiva serão exibidos 24 trabalhos, selecionados nas categorias Documentário, Experimental e Ficção, em três sessões, no auditório da Biblioteca Municipal Professor Nelson Foot.

A primeira delas será nesta sexta-feira (13), às 19h30, no auditório da Biblioteca Municipal. A segunda será neste sábado (14), às 19h. E a terceira sessão será no domingo (15), também às 16h30.

Já os trabalhos premiados nesta categoria contarão com duas sessões: uma já no domingo (15), às 19h, na Biblioteca, e outra na quarta-feira (18), às 19h30, no Centro Comunitário da Vila Hortolândia.

Já pela Mostra Paralela, as exibições serão feitas através das redes sociais da Cultura no Facebook e YouTube, com estreias agendadas nos próximos dias. Por esta Mostra serão exibidos os seis curtas: “Jadzia”, de Acácia Araújo; “O que fica”, de Felipe Alves; “Durante o fim do mundo”, de Fabricio da Fonseca; “CY”, de Luan da Silva; “O homem por trás da cortina”, de Maurício Oliveira; e “Fluxo macabro”, de Cristiano Requião.

A programação de Workshops também segue para os inscritos, com atividades no sábado (14), no auditório da Biblioteca. Às 10h, tem o workshop “Produção Cinematográfica e o mercado de trabalho”, com Eduardo Hentschel, na Biblioteca, com 30 vagas disponíveis. E às 16h o workshop “Percepção sonora: os sons do cotidiano e as trilhas do Cinema, do Rádio e da TV”, com Alexandre Tondella e outras 30 vagas disponíveis.

A programação completa pode ser conferida no hotsite do Festival.

%d blogueiros gostam disto: