Homem é preso por manter esposa em cárcere privado

A Delegacia de Defesa da Mulher ((DDM) de Jundiaí prendeu nesta quarta-feira (08), no bairro do Eloy Chaves, um homem acusado de manter a esposa em cárcere privado dentro de apartamento.

De acordo com a chefe dos investigadores, Lilian Pichi, duas mulheres procuraram a Delegacia para relatar que uma amiga não era vista desde a sexta-feira, dia 03 e, suspeitavam de que algo tinha ocorrido. A família da mulher também não recebia contatos.

A policial reuniu a equipe com Andrea e Tatiane, mais apoio da Guarda Municipal e foram até o endereço indicado onde a vítima estaria.

Chegando no apartamento o marido recebeu os policiais e disse que a mulher estava bem.

Porém, a equipe pediu para vê-la e constatou-se que a mulher apresentava hematomas no rosto e tinha passado maquiagem para esconder.

Também disse que estava tudo bem.

Mas, a casa estava malcuidada, com falta de alimentos, como fosse abandonada.

Os policiais civis constataram que o filho do casal de 4 anos estava na cama.

“O local estava em péssimas condições de higiene e praticamente sem alimentos na casa”, comentou Lilian.

Diante do cárcere e dos maus tratos contra a mulher, o homem recebeu voz de prisão e foi levado para a Delegacia da Avenida Nove de Julho.

A mulher não quis representar contra o marido pelas agressões. Também recusou Medida Protetiva da Justiça.

Ela disse aos policiais que o marido está passando por uma fase difícil, devido consumo de drogas e, que ele se torna violento quando volta para casa.

O que ela deseja neste momento é que o marido tenha uma internação em clínica de recuperação.

O delegado substituto da Delegacia de Defesa da Mulher, Antônio Dota Júnior, relatou o caso para a Justiça e encaminhou o pedido da esposa para o juiz de audiência de custódia.

O homem preso deve passar por audiência nesta quinta-feira, no Palácio da Justiça de Jundiaí, o Fórum.

 

%d blogueiros gostam disto: