Leitores reclamam de demora na UPA do Vetor Oeste

Vários leitores do “Jornal da Região” mandaram mensagens reclamando da demora nas consultas com médicos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Vetor Oeste, em Jundiaí, neste sábado (11).

Fábio Derigge disse que havia pacientes esperando atendimento desde o início da tarde até a noite.

A leitora Luciana disse que estava há mais de cinco horas aguardando o atendimento.

O leitor Júlio disse que não houve separação de quem tem Covid-19 dos demais, ficando todo mundo na mesma sala, sentados uns ao lado dos outros.

Na última segunda-feira também houve queixas do atendimento na UPA.

A Prefeitura havia informado que era excesso de gente procurando consultas médicas.

A Prefeitura esclarece que “A questão do tempo, de acordo com o protocolo de Manchester, que prioriza os casos conforme a gravidade, risco e urgência, aqueles que não recebem essa classificação, ou seja, podem ser atendidos em até 4 horas.

O volume de atendimento é grande. A única Unidade exclusiva Covid é da Vila Hortolândia. Os demais PAs atendem tudo”.

Outros hospitais

Durante a semana o “Jornal da Região” também recebeu queixas de demora no Hospital de Clínicas de Campo Limpo Paulista; do Hospital Paulo Sacramento e da UPA de Várzea Paulista.

O Hospital de Clínicas de Campo Limpo Paulista informa que houve aumento considerável de pacientes devido à queda na temperatura e aumento das doenças de síndromes respiratórias. Por ser o segundo hospital público e aberto na região, a tendência é de atender mais gente das cidades da região, principalmente de Várzea Paulista e Jarinu,

Já o Hospital Paulo Sacramento encaminhou a seguinte resposta: “Estamos enfrentando um período de surto de doenças respiratórias, principalmente em crianças, que vem atingindo o estado de São Paulo, provocando a superlotação de todos os serviços hospitalares em geral. Todos os esforços estão sendo adotados, como reforço das equipes médica e de enfermagem, mas o tempo de espera poderá ser maior do que o habitual.”

Dois leitores reclamaram da falta de médicos na UPA de Várzea Paulista. Além disso, quando chove, tem goteiras na Sala de Recepção, onde os pacientes ficam aguardando as consultas.

 

%d blogueiros gostam disto: