PM de Bragança prende homem que atirou no vizinho, em Itatiba

Policiais militares da cidade de Bragança Paulista prenderam, no final da tarde deste sábado (18), um morador de Itatiba, de 49 anos, que disparou vários tiros de revólver contra um vizinho de 60 anos, no Parque Industrial.

De acordo com o autor, há algum tempo vem ocorrendo discussão com o vizinho e, ele tentou se defender, após discussão, pegando sua arma e disparando várias vezes.

A vítima foi socorrida para a Santa Casa de Itatiba, onde está passando por cirurgia. O seu estado de saúde é considerado grave.

A fuga

Após cometer a tentativa de homicídio contra o vizinho, o autor pegou o seu carro e fugiu tomando a direção de Bragança Paulista, pela Rodovia Alckindar Junqueira.

Os policiais militares de Bragança Paulista foram avisados.

Eles ficaram de prontidão na entrada da cidade, quando avistaram a chegada do Uno dirigido pelo autor.

Ao ser abordado o autor não resistiu à prisão.

No veículo foi encontrado o revólver utilizado no crime.

No bolso da camisa do autor havia quatro cápsulas de arma de fogo intactas.

O abordado disse que não tinha autorização para uso de revólver, mas era para a sua segurança que mantinha em casa.

Levado ao Plantão da Polícia Civil, o autor dos disparos recebeu voz de prisão em flagrante, devendo aguardar decisão da Justiça atrás das grades.

Segundo os policiais militares de Bragança Paulista cinco cápsulas foram deflagradas do revólver utilizado pelo autor da tentativa de homicídio contra o vizinho.

Brigas com vizinho

Em seu depoimento, o autor disse que há algum tempo vem tendo problemas com o vizinho e a situação chegou nesse ponto.

O morador do Parque Industrial disse aos PMs de Bragança Paulista que por duas horas o vizinho estava ofendendo-o, com palavras de baixo calão. Ele não aguentou, quando o vizinho teria dito que iria encher a cara dele de “bala”.

Na Delegacia, o autor preferiu se manter em silêncio, até a audiência de custódia no Fórum.

O delegado de Itatiba, José Mário de Lara, vai intimar testemunhas do caso, para esclarecer os fatos.

%d blogueiros gostam disto: