Sesc realiza ‘Semana de Prevenção de Quedas em Pessoas Idosas’ com atividades

Em consonância com a Organização Mundial da Saúde, que decretou 24 de junho como o Dia Mundial de Prevenção de Quedas, o Sesc São Paulo realiza, de 20 a 26 de junho, a Semana de Prevenção de Quedas em Pessoas Idosas, uma ação que promove atividades nas unidades do Sesc: Jundiaí, 24 de Maio, Avenida Paulista, Bauru, Campo Limpo, Carmo, Florêncio de Abreu, Guarulhos, Interlagos, Itaquera, Osasco, Registro, Ribeirão Preto, Rio Preto, Santo Amaro, Santos, Sorocaba e Taubaté.

Com o tema “Força para agir! Não deixe a peteca cair!”, essa edição alerta para os riscos da sarcopenia, termo de origem grega que significa perda de músculo, e foi reconhecida pela OMS em 2016 como uma doença que acomete, principalmente, pessoas idosas.

Serão 28 atividades que reforçam a importância do fortalecimento muscular para a prevenção de quedas, abordando ainda diversas formas de motivação para que a pessoa idosa possa se manter em movimento, especialmente depois do isolamento social imposto pela pandemia da covid-19. Esse isolamento contribuiu para que índices de sedentarismo da população brasileira aumentassem sensivelmente e, junto com eles, o surgimento ou o agravamento da sarcopenia. A perda de massa, força e resistência muscular afeta a saúde e a qualidade de vida, ampliando o risco de doenças crônicas, como diabetes e osteoporose, e de quedas e fraturas.

Dentre os destaques da programação está a vivência ‘Envelhecimento, Perda Muscular e Exercício Físico’, que acontece no Sesc Jundiaí nos dias 21 e 22/6. Gratuito e indicado para pessoas acima de 12 anos, a atividade acontece no ginásio e não exige inscrição prévia. Das 10h às 12h, na terça, e das 16h30 às 18h30, na quarta.

Nessa atividade, serão abordados os temas sarcopenia, diminuição da independência funcional e o papel do exercício físico na manutenção de um envelhecimento saudável, relacionando-os com o padrão senil da marcha e a implicação desse para a ocorrência de quedas, principal fator de morbidade entre os idosos.

A proposta é apresentar ao público exemplos de exercícios ou situações do dia a dia que têm sua eficácia cientificamente comprovada no combate aos efeitos da perda de massa muscular e suas consequências.

O bate-papo será conduzido pela educadora Lilian França Wallerstein, licenciada em Ciências Biológicas, graduada em Educação Física e mestre em Ciências pela Universidade de São Paulo na área de Biodinâmica do Movimento voltada ao público idoso. Dez anos de experiência na docência do ensino superior para os cursos de graduação e pós-graduação em Educação Física

A seguir, acesse a programação completa do evento em www.sescsp.org.br/prevencaodequedas e confira 10 dicas para prevenir as quedas:

1. Força para agir!

A sarcopenia é uma doença nos músculos, que reduzem seu tamanho e a força para locomover e carregar objetos. Fortaleça seus músculos e tenha mais disposição para agir no dia a dia.

2. Doença nova, também de velhos

Considerada pela Organização Mundial da Saúde como doença a partir de 2016, a sarcopenia acomete principalmente pessoas idosas, que passam a apresentar deficiências nas atividades de vida diária. Felizmente pode ser evitada e tratada!

3. Força pra não cair

Quedas podem gerar lesões graves que diminuem a mobilidade e afetam a independência para a realização de diversas atividades. A perda de massa muscular é uma das grandes causadoras de quedas em pessoas idosas.

4. Mantenha-se forte

A partir da queda, há riscos de surgirem complicações mais críticas. 70% das mortes acidentais acima de 75 anos são decorrentes de complicações após a ocorrência de uma queda.

5. Fortalecer os músculos não é só ficar musculoso

Os exercícios de fortalecimento muscular aumentam o tamanho dos músculos e, principalmente, a força. Podem ser realizados com o peso do próprio corpo ou com pesos extras. Eles vão ajudar também a melhorar a capacidade de mover e levantar objetos e realizar várias outras tarefas do cotidiano.

6. Mantenha-se ativo

Com apenas 2h e 30min de atividade física moderada por semana é possível ter inúmeros benefícios para a saúde, reduzir o risco de quedas e lesões. Diminua seu tempo sentado, sempre que for possível. Pequenas atitudes diárias ajudam a ter um comportamento ativo e melhorar sua qualidade de vida.

7. Pratique atividade física

Os exercícios de fortalecimento são importantes também na saúde dos ossos, auxiliam no controle de diabetes, de doenças cardiovasculares e da obesidade, melhorando a nossa capacidade de realizar atividades diárias.

8. Fortaleza segura

Procure deixar sua residência bem iluminada, com tapetes emborrachados e, se possível, instale barras de apoio e pisos antiderrapantes nos espaços mais escorregadios. Mantenha os objetos mais utilizados na altura da cintura, evitando subir escadas e eventuais acidentes. 70% das quedas acontecem em casa.

9. Juntar forças faz diferença

As defesas do organismo são reforçadas por meio de uma alimentação equilibrada e saudável. Para aumentar a massa muscular, consuma mais frutas e vegetais e priorize alimentos mais frescos e naturais e menos processados e industrializados.

10. Não deixe a peteca cair!

Busque atividades que você realize com prazer, em locais acessíveis e que possam te auxiliar nas suas necessidades. Uma vida saudável pode estar a seu alcance, de maneira prazerosa!

A Semana de Prevenção de Quedas em Pessoas Idosas faz parte do Trabalho Social com Idosos – TSI, desenvolvido regularmente, desde 1963, pelo Sesc São Paulo e conta, com a parceria da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de São Paulo, do CRI Norte (Centro de Referência do Idoso) e da SBGG (Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia).

Serviço
Semana de Prevenção de Quedas em Pessoas Idosas
De: 20 a 26 de junho de 2022
Tema: Força para agir! Não deixe a peteca cair!
#PrevencaodeQuedas_Sesc www.sescsp.org.br/prevencaodequedas

Vivência
Envelhecimento, Perda Muscular e Exercício Físico Com Lilian França Wallerstein, educadora física
Dia 21, terça, 10h às 12h
Dia 22, quarta, 16h30 às 18h30
Ginásio | 50 lugares Classificação: 12 anos Grátis

O que é necessário para acessar a unidade:

Em caso de atividade que exija ingressos, será necessário apresentar o ticket com QR Code na entrada do evento.

O uso da máscara é recomendado durante a permanência na unidade.

%d blogueiros gostam disto: