Louveira alerta para o número de casos de dengue

De acordo com o Boletim Epidemiológico divulgado nesta última quinta-feira (23), Louveira já tem 117 casos confirmados de dengue em 2022.

Desse total, 106 são casos autóctones (doença contraída no próprio município); 10 são importados e 1 ainda está em investigação. No total, foram 251 casos notificados, 131 descartados e 3 estão aguardando o resultado.

No mês de maio, a Vigilância Epidemiológica do município fez um alerta informando que em menos de cinco meses Louveira já tinha a mesma quantidade de casos positivos do ano de 2021 inteiro, quando 22 pessoas foram confirmadas com a doença.

Diante desses dados, a Vigilância Epidemiológica de Louveira reforça aos moradores que façam vistorias em seus imóveis, inclusive terrenos e casas fechadas/desocupadas, para eliminar possíveis criadouros do mosquito transmissor da dengue, e evitar o acúmulo de água em objetos como vasos, garrafas e pneus, já que o mosquito Aedes aegypti põe seus ovos na água limpa parada.

Como se previnir da Dengue?
– Tampe tonéis e caixas d’água;
– Mantenha as calhas sempre limpas;
– Deixe garrafas ou outros recipientes sempre virados com a boca para baixo;
– Mantenha lixeiras bem tampadas;
– Deixe ralos limpos e com telas;
– Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia;
– Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais;
– Retire água acumulada na área de serviço ou em locais como atrás da máquina de lavar roupa. Áreas externas de casos e condomínios:
– Cubra e realize manutenção periódica de áreas de piscinas e de hidromassagem;
– Limpe ralos e canaletas externas;
– Atenção com bromélia, babosa e outras plantas que podem acumular água;
– Deixe lonas usadas para cobrir objetos bem esticados, para evitar formação de poças d’água; – Mantenha objetos que podem acumular água, como pneus, cobertos ou virados de forma que a água não fique parada
– Verifique instalações de salão de festas, banheiros e copa para evitar acúmulo de água.

Denuncie
Você também pode colaborar no combate à dengue denunciando possíveis criadouros do mosquito pelo número (19) 3878-2323, das 9h às 17h.

%d blogueiros gostam disto: