Para comemorar o Dia do Vinho, vinícolas oferecem bebida grátis

Jundiaí é conhecida como a Terra da Uva, em virtude de sua grande produção da fruta e da espécie Niágara rosada, encontrada na cidade pela primeira vez em 1933, nos vinhedos do viticultor Antônio Carbonari. Atualmente, além de famosa pela uva, a cidade também é destino turístico por conta da sua produção de vinhos. Para encerrar as comemorações do Dia do Vinho (celebrado no primeiro domingo de junho), a Unidade de Gestão de Agronegócio, Abastecimento e Turismo (UGAAT), por meio do Departamento de Fomento ao Turismo promove, na segunda-feira (27), às 17 horas, no térreo do Paço Municipal, o ‘Brinde Jundiaí 2022’.

Nos últimos anos, vinícolas voltaram a produzir uvas, algumas viníferas, para compor o cenário das propriedades que ao longo do tempo deixaram de produzir. “Muitos dos viticultores da cidade produzem vinho através das suas gerações. É a força do agronegócio presente no impulsionamento do turismo rural em Jundiaí, já que o nosso turismo rural está vinculado à produção agrícola”, afirma o gestor da UGAAT, Eduardo Alvarez.

 

DESCRIÇÃO DA IMAGEM:
Garrafa de vinho sendo servida em taça com cacho de uva ao lado
Brinde fecha as comemorações do Dia do Vinho

A produção de vinho na cidade é tradicional e, registros históricos, indicam que iniciaram ainda em 1669. “Nos últimos anos, percebemos que há uma mudança do perfil de consumo. Muitos empreendedores da cidade estão com produção de vinhos finos, o que, juntamente com os vinhos de mesa, têm despertado um crescente interesse do turista, que passa a visitar a cidade à procura da bebida e das experiências relacionadas ao vinho”, comenta a diretora de Turismo, Marcela Moro.

O ‘Brinde Jundiaí 2022’ vai contar com a participação de 12 adegas e vinícolas da cidade, que também vão promover a degustação dos diversos tipos de vinhos produzidos em Jundiaí.

Estarão presentes os empreendimentos: Vinícola Saccomani, Adega Beraldo di Cale, Vinícola Castanho, Adega Marquesim, Adega Vendramin, Adega Brunholi, Adega Martins, Sítio do Português, Adega Oliveira, Adega Maziero, Adega Fontebasso e Adega Negrini. A participação é gratuita.

%d blogueiros gostam disto: