Comerciantes de Itatiba e Louveira são presos por venda de cigarros eletrônicos

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí realizou, nesta terça-feira (05), a 5ª Fase da Operação “Nicotina Eletrônica”, para cumprir a Resolução nº 46/2009 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), que proíbe exposição, venda ou consumo de cigarros eletrônicos.

Foram presos comerciantes das cidades de Itatiba e Louveira, que atuam em tabacarias dos municípios. O trabalho vai continuar nas cidades da região e em Jundiaí.

De acordo com o delegado Josias Guimarães, da DIG, foram mobilizados 14 policiais civis, dois escrivães e cinco viaturas, para verificação das tabacarias.

Em Itatiba e Louveira foram realizados flagrantes de comercialização de produtos proibidos pelo Governo. Os donos das tabacarias foram conduzidos até a sede da DIG em Jundiaí, onde foram autuados e podem pegar pena de detenção de um a três anos, além de multa.

Em Itatiba um comerciante tradicional foi preso e disse que compra os produtos de um fornecedor autônomo. Em Louveira o comerciante disse aos policiais que desconhecia a Resolução da Anvisa.

Foram apreendidos pelos policiais civis centenas de cigarros eletrônicos, essências e apetrechos para o uso.

Em Louveira foram apreendidos sete cigarros eletrônicos e 23 essências.

Em Itatiba foram apreendidos 63 cigarros eletrônicos e 46 baterias.

A Operação Nicotina Eletrônica também realizou um fragrante em Jundiaí, com apreensão de 18 cigarros eletrônicos e 85 essências.

Desde o início dos trabalhos vários estabelecimentos foram visitados, com os comerciantes presos pela venda de produtos considerados ilegais.

A população pode fazer denúncias de pontos de venda pelo telefone 181.

Os comerciantes presos pagaram fiança para responder processos em liberdade.

 

%d blogueiros gostam disto: