Frente fria chega ao Estado de SP e provoca até garoa na semana

CLAUDINEI QUEIROZ

(FOLHAPRESS) – Uma frente fria que chegou à região sudeste do país na tarde deste domingo (17) vai baixar a temperatura nos próximos dias, provocando chuva fina ou garoa e melhorando a qualidade do ar em São Paulo.

Segundo o Centro de Gerenciamentos de Emergências (CGE) da Prefeitura de São Paulo, há potencial para chuviscos isolados e formação de névoa úmida durante a noite deste domingo e madrugada de segunda-feira (18), com temperatura mínima de 15° C.

Na segunda, há possibilidade de garoa na madrugada e no início da manhã. No restante do dia, a previsão do tempo é de muitas nuvens no céu, poucas aberturas de sol e ventania, com mínima de 15° C e máxima de 22° C.

Essas condições atmosféricas vão melhorar a qualidade do ar, uma vez que o clima seco dos últimos dias tem provocado doenças respiratórias e alergias nas pessoas.

Depois de fazer a temperatura oscilar entre 14° C e 22° C na segunda, a terça-feira (19) começa com céu nublado, mas o sol aparece entre nuvens no decorrer do dia, elevando os termômetros para a mínima de 15° C e máxima de 25° C.

Esse panorama deverá se manter até a quarta-feira (20), quando o Sol volta a brilhar um pouco mais, diminuindo a umidade do ar. A temperatura vai variar entre 14° C e 24° C.

Na quinta (21) e sexta (22), haverá nevoeiro de manhã, com o sol saindo na sequência. E a previsão é que a variação térmica fique entre 13° C e 25° C na quinta e entre 14° C e 26° C no dia seguinte.

Já no próximo fim de semana a previsão é que eleve um pouco a temperatura mínima, chegando a 16° C no sábado (23) e 17° C no domingo (24), embora a máxima não passe dos 24° C no sábado e 26° C no domingo.

A partir de quinta, o clima seco estará de volta, na faixa dos 20% aos 30% de umidade. Essa situação favorece o surgimento de doenças do sistema respiratório, como rinite alérgica, sinusite e faringite, e de alergias, já que as mucosas das vias áreas tendem a ficar mais ressecadas.

De acordo com o otorrinolaringologista Matheus Simão Marcos, da clínica Imong, deve-se atentar para a alteração do muco naturalmente produzido. “Um muco desidratado é mais espesso e mais difícil de ser eliminado, contribuindo para a sensação de congestão nasal e facilitando a proliferação de vírus e bactérias”, explica.

Ele alerta que há uma maior retenção de partículas que irritam a mucosa, levando, por exemplo, a sintomas de rinite. “Vale ressaltar que uma mucosa ressecada fica mais suscetível a sangramentos. É muito mais comum nesta época do ano atendermos pacientes com episódios recorrentes de epistaxe (sangramento nasal).”

Além disso, a junção da baixa umidade do ar com o tempo frio deve ser vista com preocupação por pessoas que têm problemas cardíacos. Para manter a pressão arterial, o coração precisa fazer mais esforço e, com o tempo seco, o sangue pode ficar mais denso, fazendo aumentar o risco de um AVC (acidente vascular cerebral).

ENTÃO, COMO SE PROTEGER EM DIAS SECOS?

– A dica mais importante é hidratar-se muito, não importa se com água, suco natural ou chá.

– Dê preferência, também, a alimentos com menos sal ou condimentos, para que seu corpo não retenha líquidos.

– Para evitar ressecamento, use soro fisiológico no nariz e nos olhos. De acordo com o médico consultado, além de hidratar, também ajuda a limpar o nariz.

– Se for praticar exercício físico, priorize horários no início e no fim do dia. Em outras palavras, evite o horário entre 10h e 17h, quando o calor costuma ser mais forte.

– Aplique protetor solar para proteger a pele e também hidratar o corpo.

– Na hora do banho, evite a água quente, mesmo que faça frio. Dê preferência à água morna, que é menos nociva para a pele.

– Se tiver um umidificador de ar, utilize-o, mas não por períodos longos. Se não possuir um aparelho, vá no método clássico, com uma toalha molhada. Enquanto a água evapora, o ambiente fica umidificado.

– Já que o tempo está seco, que tal lavar roupas de frio e cobertores que estão guardados? Assim, você aumenta a umidade do ar e ainda aproveita para limpar peças que podem ter juntado pó e ácaros.

– Deixe a casa limpa e arejada, para evitar o acúmulo de poeira e ácaros. Da mesma forma, evite usar vassoura, já que ela espalha pó pelo local -prefira pano úmido ou aspirador.

– Por fim, fuja de lugares fechados e aglomerações, não só pelo tempo seco, mas também pela transmissão de coronavírus.

%d blogueiros gostam disto: