Cãoterapia retorna ao HU de Jundiaí

Após dois anos de suspensão por causa da pandemia de Covid-19, o Hospital Universitário de Jundiaí retoma o cãoterapia. Esse projeto existe desde 2018 e consiste na interação do cão da Guarda Municipal com as crianças internadas na pediatria e também da recepção do Pronto Socorro Infantil.

Os cães Black e Pantera vão até a brinquedoteca do hospital, em companhia de seus condutores Warlei Alves Madeira e Marcos da Silva, e participam de atividades que envolvem terapia e humanização. Dentre as ações de interação com os animais, podemos destacar: comandos para sentar, dar a pata, carinho e muito mais.

A reação das crianças e acompanhantes é emocionante e os benefícios podem ser comprovados nos sorrisos que a ação desperta nos rostinhos de todos. “Esse retorno é muito bom, é um projeto muito importante para a Guarda Municipal como para as crianças”, disse o guarda Madeira.

O Guarda Silva que estava pela primeira vez como condutor no cãoterapia do HU ressaltou que é uma coisa muito pequena que eles fazem e que se torna grande para as crianças. “Ver o sorriso no rosto deles não tem o que pague”.

Para Isabella Santos Miranda do Nascimento, 11 anos, internada na ala pediátrica, é muito empolgante ver os cães. “Eu estava na cama e quando soube dos cães vim logo para vê-los. É muito legal! Estou até melhor!”

Ketty Kellyn da Costa Silva Sena que está com o filho Pedro internado, esta ação é muito importante. “A gente fica feliz de ver nossos filhos felizes. Tira a tensão de estar em um hospital”.

É válido ressaltar que para que os cães pudessem visitar o HU como voluntários, foram tomados alguns cuidados. A Guarda Municipal apresentou a carteirinha de vacinação, atestado do veterinário declarando que os animais estão em perfeitas condições de saúde e pedigree. O projeto passou pela aprovação do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar e pela coordenação pediátrica.

%d blogueiros gostam disto: