Homem que matou vizinho em Itupeva ficará na Cadeia até julgamento

O juiz do Fórum de Jundiaí, Filipe Levada, determinou nesta segunda-feira (25) que fique atrás das grades o homem de 60 anos que matou o vizinho, Gleidson de Oliveira Marinho, de 40 anos, com tiros de revólver, no Parque das Hortênsias, na tarde de domingo (24).

Durante a audiência de custódia o juiz considerou o caso como gravíssimo o crime. Houve a intenção de matar com a realização de três tiros.

O juiz determinou o encaminhamento do preso para o Centro de Detenção Provisória (CDP) no bairro do Castanho, em Jundiaí, para aguardar a realização do Tribunal do Júri pela Justiça de Itupeva.

O delegado do caso, Ruiter Martins da Silva, determinou a realização de perícia da Polícia Científica no local dos fatos e o encaminhamento do corpo da vítima para exames necroscópicos no Instituto Médico Legal (IML) de Jundiaí.

Como foi

Segundo o autor, em depoimento ao delegado Ruiter, havia uma briga antiga com a vítima.

Eles eram vizinhos e Gleidson teria dito que o autor estava assediando a filha, indo tirar satisfação.

Como estava com arma, acabou atirando e fugiu.

Policiais que foram ao local realizaram buscas e encontraram o autor escondido em uma galeria de águas pluviais às margens do Rio Jundiaí.

O delegado Ruiter determinou a prisão em flagrante.

%d blogueiros gostam disto: