Juiz manda manter preso ladrão de cemitério

O juiz da Vara das Audiências de Custódia do Palácio da Justiça em Jundiaí, Filipe Levada, determinou na tarde desta sexta-feira (05) que o preso por furtar objetos do Cemitério Nossa Senhora do Desterro, no Centro, seja mantido na cadeia, até o julgamento do processo pela Vara Criminal.

O juiz entendeu que a prática de furto de sepulturas no cemitério pode ser enquadrada em crime hediondo e que o autor deve ser mantido atrás das grades, até a sentença condenatória.

A prisão em flagrante decretada pelo delegado do Plantão Policial da Avenida Nove de Julho foi convertida em prisão preventiva.

O autor foi flagrado carregando dobradiças, maçanetas e outros objetos após invadir o cemitério por uma saída de águas das chuvas, com danos ao muro do cemitério.

Na quinta-feira (04) o “Jornal da Região” mostrou que ladrões invadiram o Cemitério do Montenegro, no Jardim do Lago e chegaram até a arrancar um caixão da sepultura, deixando o cadáver exposto em uma das ruas do local.

A Prefeitura de Jundiaí registrou boletim de ocorrência de violação de sepultura e pede para os parentes de pessoas sepultadas nos cemitérios da cidade para verificarem como estão as sepulturas, após a ação dos marginais. É importante fazer boletim de ocorrência na delegacia.

O diretor do Serviço Funerário Municipal, Alan Piccolo, chegou a comentar durante a elaboração do boletim de ocorrência que os furtos estavam causando muitos problemas e a sensação de impunidade era frequente.

Agora, com essa decisão do juiz Filipe Levada, outros ladrões podem ter o mesmo destino, que é ficar encarcerado até a decisão final da Justiça.

%d blogueiros gostam disto: