Polícia prende homem que atropelou a ex e agrediu a atual companheira

A Polícia Militar prendeu na Vila Maringá, em Jundiaí, um homem de 37 anos que atropelou com o próprio carro a ex-mulher, na Vila Firenze, em Campo Limpo Paulista. Ele também tinha acabado de ser denunciado pela atual companheira por agressão na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

O delegado responsável pelo caso, Felipe Bueno Carbonari, foi pessoalmente ao Ministério Público de Campo Limpo Paulista, pedir auxílio da Justiça para decretar a prisão do acusado.

Segundo o delegado, o preso é extremamente perigoso para as duas mulheres.

A ex-companheira dele vinha recebendo ameaças de morte, inclusive com áudios enviados por WhatsApp.

A ‘gota d’água’ foi a tentativa de feminicídio atropelando a vítima na Vila Firenze.

O delegado disse que sabia que, se esse homem continuasse solto, iria fazer algo pior contra a ex e, poderia sobrar para a atual, também.

A partir da decisão da Justiça de Campo Limpo Paulista pela prisão desse homem violento, houve grande mobilização envolvendo guardas municipais, policiais civis e soldados da Polícia Militar, para prender o acusado.

Foi graças a um grupo de WhatsApp de policiais que os PMs conseguiram localizar o procurado na Vila Maringá, em Jundiaí, e ele recebeu voz de prisão, sendo conduzido até o Plantão da Polícia Civil na avenida Nove de Julho.

Após confirmar que se tratava do procurado por violência doméstica e tentativa de feminicídio, o delegado Adalberto Ceolin determinou o recolhimento do preso para a Cadeia de Campo Limpo Paulista.

 

%d blogueiros gostam disto: