Larissa, vítima de atropelamento, tinha muitos sonhos

A estudante Larissa Caroline Santos de Faria, de 16 anos, atropelada junto com a amiga Isadora Francine Silva Costa, de 17 anos, será sepultada no Cemitério do Montenegro, em Jundiaí, às 17 horas desta quinta-feira (22) com velório no mesmo local.

O pai dela, Vagner, disse que a filha tinha muitos sonhos que foram interrompidos com essa morte prematura no atropelamento na Avenida Nove de Julho.

Larissa morava no Jardim Estádio. Estudava na Escola Orozimbo Sóstena e SENAI.

Ela vai deixar saudades nos amigos, familiares e parentes.

A leitora Pamela Sávio disse que era uma menina cheia de vida. No último final de semana esteve em evento da Assembleia de Deus dedicado a jovens .

Como foi

As duas atravessavam a Avenida Nove de Julho, em frente ao JundiaiShopping, por volta das 22 horas de quarta-feira (21), na faixa de pedestres, para pegar o ônibus na pista sentido Jardim Bonfiglioli, quando foram atingidas por um HB 20, com placas de Francisco Morato.

O motorista permaneceu no local e prestou todos os depoimentos para a Polícia Militar e depois na Delegacia de Polícia Civil.

O delegado Leonardo Montenegro requisitou perícia da Polícia Científica no carro e no local do acidente.

As duas jovens foram socorridas pela equipe do cabo Davi da Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros ao Hospital São Vicente de Paulo.

A família de Isadora informou que ela está em recuperação, recebendo atendimentos médicos.

Mas a jovem Larissa não resistiu aos ferimentos.

A família informou que devido à gravidade dos ferimentos, não foi possível fazer a doação de órgãos.

A Polícia Civil agora vai trabalhar com inquérito de Homicídio Culposo.

 

 

%d blogueiros gostam disto: