Morre o “Sargento Pincel”, de Os Trapalhões

Responsável por levar o riso a gerações de expectadores que acompanharam as aventuras dos Trapalhões, Roberto Guilherme, eternizado pelo personagem Sargento Pincel, faleceu nesta quinta-feira (10), no Rio de Janeiro, aos 84 anos.

O ator, que tinha câncer, estava internado na clínica São Vicente, na Zona Sul da cidade. Roberto Guilherme deixa a esposa, Sheila Nunes, com quem estava casado há 56 anos, e os filhos Willian e Valeska.

Batizado como Edward Guilherme Nunes da Silva, Roberto Guilherme nasceu em Ladário, Mato Grosso do Sul, no dia 20 de agosto de 1938. Aos 14 anos, já morando no Rio de Janeiro, começou a jogar futebol como ponta-esquerda no Vasco da Gama. Aos 18, prestou o serviço militar e tornou-se sargento paraquedista. Mas não abandonou o futebol, jogando pela Seleção Brasileira Militar de Futebol. Representando o Brasil, jogou nos Estados Unidos, Inglaterra, Panamá, e Colômbia, e foi campeão sul-americano na categoria. Ainda no exército, escreveu uma peça de teatro amador encenada no Olaria Atlético Clube. Um dia um ator faltou, e Roberto Guilherme teve que substituí-lo. Um produtor viu a peça e o convidou para fazer um teste na TV Rio. Começava ali sua carreira na televisão.

Em 1963, o já ator foi para a TV Excelsior, onde conheceu Renato Aragão. Entre os vários programas em que atuou na emissora estava ‘Os Legionários’ (1965), no qual interpretava um militar que não tinha nome, mas era o embrião do Sargento Pincel. Foi na TV Record que Roberto Guilherme viveu o Sargento Pincel pela primeira vez, no programa ‘Quartel do Barulho’ (1966). Depois, passou a fazer dupla com Renato Aragão no programa ‘Praça da Alegria’. Em 1969, foi para a TV Tupi, onde esteve em diversos programas. A convite de Wilton Franco, retornou a Record, para trabalhar no programa ‘Os Insociáveis’ (1971-1974), que reunia no elenco Didi, Dedé, Mussum e a cantora Vanusa. Em 1975 a trupe foi para a Tupi, e Zacarias passou a ser o quarto integrante do grupo. Surgia ‘Os Trapalhões’. Roberto Guilherme também fazia parte do programa, com personagens de apoio. A atração ficou no ar até 1976.

Em 1981, Roberto Guilherme começou a trabalhar na TV Globo, onde participou de programas como ‘Viva o Gordo’ e ‘Balança Mais Não Cai’. Mas, sem dúvida, foi com ‘Os Trapalhões’ que o ator ficou eternizou na memória do público. Entre 1982 a 2013, atuou em diversos projetos liderados por Renato Aragão. Em 2015, entrou para o ‘Zorra’, onde permaneceu até 2017. Seus últimos trabalhos na televisão foram ‘Treme Treme’ e ‘Dra. Darci’, em 2018, ambos no Multishow. No cinema, Roberto Guilherme atuou em mais de uma dezena de filmes. A maioria deles ao lado dos Trapalhões.

%d blogueiros gostam disto: