JORNAL DA REGIÃO

JUNDIAÍ E REGIÃO

São Paulo vence Vasco por 4 a 2

(ESTADÃO) – O São Paulo venceu o Vasco por 4 a 2 neste sábado, no Morumbi, mas o resultado só foi alcançado após algumas doses de drama. A equipe tricolor chegou a abrir 2 a 0, cedeu o empate e teve como principal mérito a capacidade de controlar o emocional para voltar à frente do placar. A atuação não foi impecável, e o técnico Dorival Júnior acredita que as dificuldades tendem a ser cada vez maiores nas próximas partidas, pois vê a atual edição do Brasileirão com o maior nível de competitividade dos últimos tempos.

“Eu acho que nós podemos nos preparar porque teremos um dos Campeonatos Brasileiros mais disputados dos últimos anos. A cada momento o campeonato vai ficando cada vez mais difícil, as equipes se acertando”, afirmou. “Podem ter certeza disso, pela qualidade que as equipes estão apresentando. Vai ser um pede e ganha constante. Provavelmente, pode até ser que aconteça, de uma equipe pular e conseguir escape pela qualidade que possui, mas todos os jogos serão disputados”, completou.

Embora invicto desde que chegou ao São Paulo para substituir Rogério Ceni, Dorival quer mais de seu time. Acredita que o poder de reação demonstrado diante do Vasco foi um sinal positivo, porém espera desenvolver uma equipe que corra menos riscos e busque ir mais longe em todas as competições que está disputando.

“Eu não vou criar uma ilusão ao torcedor, dizer que está tudo bem tudo resolvido, que os problemas são mínimos. Nós temos que estar nos mexendo, atentos ao mercado, mas valorizando o grupo que nós temos, que continuem percebendo que podemos fazer muito mais. Para um começo de competição é muito pouco. Não temos vaga assegurada na Sul-Americana. Nossa passagem na Copa do Brasil teve um bom resultado (2 a 0 sobre o Sport), mas que pode ser revertido. É muito pouco, essa equipe tem de ter ambição. A tabela é terrível para todos”, disse.

O caminho para o objetivo de Dorival vem sendo construído com a ajuda de jogadores formados na categoria de base do clube, como Juan, Rodrigo Nestor e Lucas Beraldo, autores de gols neste sábado. O único jogador que não passou por Cotia a balançar a rede contra o Vasco foi Calleri.

“Fizemos três gols envolvendo garotos das categorias de base. Lá em Recife, nós tínhamos 14 jogadores da delegação feitos em Cotia. Mostra o grande trabalho que vem sendo feito”, disse o treinador, antes de se aprofundar mais em elogios a Nestor. “Qualquer equipe que tivesse eu indicaria o Nestor para ser contratado. Eu acho que é um jogador com capacidade única de se adaptar em várias situações do campo. Um jogador muito interessante, com potencial tremendo para crescer”, disse.

Com a vitória no Morumbi, o São Paulo fica com 12 pontos no Brasileirão, ainda brigando para chegar na disputa do G-4. Na terça-feira, deixa o campeonato nacional de lado para enfrentar o Academia Puerto Cabello, pela quarta rodada da Sul-Americana, na Venezuela.

Foto: Rubens Chiri
%d blogueiros gostam disto: