JUNDIAÍ

Socó-dorminhoco é resgatado em Jundiaí e recebe os cuidados da equipe da Mata Ciliar

De hábitos aquáticos e noturnos, um socó-dorminhoco chegou ao Cras da Mata Ciliar no começo deste mês, após ser encontrado dentro da garagem de uma residência em Jundiaí, apresentando uma fratura exposta em sua asa esquerda e recebendo os devidos cuidados da equipe.

“Após observarmos que estava com uma fratura com exposição óssea, começamos um protocolo terapêutico com medicações e fizemos uma tala para imobilizar a asa. Posteriormente, realizamos um raio-x para conseguir observar melhor a fratura e, com isso, pudemos fazer as medições dos ossos para ser encaminhado ao procedimento cirúrgico. Apesar da fratura, ele está se alimentando bem e fazendo suas necessidades fisiológicas sem problemas”, pontua Júlia Freitas, médica veterinária da Mata Ciliar.

O socó-dorminhoco é uma espécie de ave que vive em bordas de lagoas, lagos e rios, mas pode ser encontrado em qualquer lugar onde haja água e tenha a oferta de sua principal alimentação, como peixes, anfíbios e crustáceos, podendo também se alimentar de insetos, pequenos répteis e pequenos mamíferos. Seu nome se deve ao fato de passar boa parte do dia dormindo, justamente por ser um animal de hábitos noturnos.

MATA CILIAR
A Associação Mata Ciliar (AMC) é uma entidade sem fins lucrativos declarada de Utilidade Pública Federal e que desde 1987 desenvolve diversas ações para a conservação da biodiversidade.

Durante esse período foram diversos desafios enfrentados e conquistas alcançadas sempre em parceria com instituições privadas, poder público e com a sociedade.

%d blogueiros gostam disto: