CIDADESJUNDIAÍ

Prefeitura informa que Vigilância faz vistoria constante no Jardim Botânico do Eloy Chaves

A Vigilância em Saúde Ambiental (VISAM), órgão da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), esclarece que realiza vistorias constantes para acompanhamento do nível de infestação de carrapatos e para as devidas orientações constantemente nos parques municipais, sendo que a última visita no Jardim Botânico do Parque Eloy Chaves foi realizada semana passada.

A Secretaria de Saúde informa que no local não há capivaras, mas existem variados animais que servem de hospedeiros para diferentes espécies de carrapatos, como aves e animais domésticos, exigindo maior atenção da população em relação as medidas de prevenção.

“Ressaltamos que os carrapatos não são controlados eficazmente com o uso de produtos químicos”, diz nota da Vigilância em Saúde Ambiental.

A VISAM também salienta que para uma pessoa se contaminar com a bactéria Rickettsia rickettsii, causadora da febre maculosa, deve ser parasitada por carrapatos do gênero Amblyomma – conhecido popularmente como estrela – por um período mínimo de quatro horas.

Sabe-se que menos que 1% da população desses carrapatos presente no ambiente pode estar contaminada, e isso ocorre, notadamente, em áreas onde há grande circulação de capivaras, o que não ocorre no Jardim Botânico do Eloy.

A Unidade de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos (UGISP) acrescenta que está programada a reforma do Parque Botânico do Eloy Chaves para o próximo ano.

A Prefeitura vai construir uma área administrativa, reforma dos banheiros, troca de todo guarda corpo, alambrados e pontes de madeira, além de melhorias na quadra de areia e implantação de iluminação em LED.