Coletores de lixo e varredores devem parar nesta sexta

Os coletores de lixo e os varredores de ruas devem aderir ao movimento nacional de paralisação nesta sexta-feira (28), contra as reformas trabalhista e previdenciária. O presidente do Sindicato da categoria, Joel Abreu, disse que foi agendada uma assembleia da categoria para às 7 horas desta quinta-feira, na porta da empresa que presta serviços em Jundiaí.

Ele disse que é bem provável que os trabalhadores do setor de limpeza entrem em greve. Para a população fica a orientação de não colocar o lixo nas ruas nesta sexta-feira, caso se confirme a paralisação.

Abastecimento de água

O Sindicato dos Funcionários da DAE de Jundiaí anunciou que apoia o movimento de paralisação no País. A empresa de abastecimento de água emitiu uma nota informando que os seus serviços são essenciais para a população e em caso de paralisação os trabalhadores terão os dias descontados. A empresa também espera de seus funcionários que mantenham os plantões de atendimento à população.

A Prefeitura de Jundiaí também emitiu nota avisando que os servidores que faltarem do trabalho nesta sexta-feira vão ter o dia descontado dos salários. E pede para os trabalhadores de áreas fundamentais para o atendimento da população que compareçam ao serviço, principalmente nas creches, escolas e postos de saúde.