Festa marca encerramento do ano para alunos do PEAMA

Os 340 alunos do Programa de Esportes e Atividades Motoras Adaptadas (PEAMA) e suas famílias se reuniram para a festa de encerramento do ano, nesta sexta-feira (15), em espaço da Casa Transitória. A comemoração contou com a apresentação da Jazz Band da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

A organização do evento foi feita pelas mães dos assistidos, entre elas, Kelly Campos. Ela tem um filho de 11 anos que desde os seis faz aulas de tênis e natação pelo PEAMA. “Cada um doa um pouquinho do que sabe fazer melhor para que o evento seja lindo. O PEAMA muda a vida das pessoas. Meu filho tem paralisia cerebral e sua mobilidade era reduzida. A partir das aulas, ele é outra pessoa. É autônomo. Tem amigos e deixou de ser tímido”, comenta.

Há apenas 4 meses no PEAMA, Douglas Barbosa, 20 anos, participa de todas as atividades oferecidas. “Faço tênis, natação e atletismo. Gosto de tudo. Tenho atividades todos os dias”, conta. Ele ficou entusiasmado com a apresentação da Jazz Band da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

“A confraternização é uma festa tradicional para toda a família do PEAMA e marca o fim das atividades do ano dos assistidos. Agora, o próximo encontro será em fevereiro”, comenta o diretor do Departamento de Esporte Adaptado, da Unidade de Gestão de Esporte e Lazer (UGEL), César Munir.

Mais atendimento

O ano do PEAMA, segundo o diretor, foi de crescimento, já que aumentou a quantidade de vagas de assistidos  – de 280 no ano passado -, para 340 neste ano. “Conseguimos ampliar em 30% o quadro de professores, e, consequentemente, a oferta de atendimentos. A meta é chegar a 400 assistidos nos próximos anos. Para 2018, além da abertura da nova sala de atendimento, haverá novidades na oferta da modalidade de natação”, detalha.