Após se tornar ‘Zona de Risco da Raiva’, o Rio Acima terá vacinação

A Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ) montará posto avançado de vacinação contra raiva para imunizar cães e gatos da região do Rio Acima, nos dias 06 e 07 de março. A medida tem por objetivo ofertar a dose para os animais que não foram vacinados na campanha realizada no ano passado, entre os meses de agosto e setembro. O Rio Acima registra três casos de raiva em bovinos. A vacinação dos animais de estimação é a medida de controle para evitar a transmissão para a população.

Desde a suspeita do caso de raiva em bovinos, as equipes da UVZ percorrem o bairro em busca de outros animais suspeitos, abrigos de morcegos hematófagos – transmissores da doença – além de pesquisar e orientar a população com relação à vacinação antirrábica nos pets. “Serão montados dois postos de vacinação em locais estratégicos, de grande movimento, próximos dos registros das ocorrências de morte de bovinos pela raiva. É necessário que a população leve seus animais que não foram vacinados na campanha passada. Eles estão vulneráveis e podem ser contaminados por morcegos ou outros animais silvestres que possam estar doentes. A proteção dos pets é a proteção das pessoas, já que eles estão próximos, e podem facilmente transmitir a doença para os humanos”, argumenta o veterinário da UVZ, Luiz Gustavo Grijota.

Os postos avançados serão montados: na terça-feira (06), das 14h às 16h, em frente ao Mini Mercado Rio Acima (Avenida Geraldo Azzoni, 2590, no Rio Acima) e na quarta-feira (7), das 9h às 11h, próximo à igreja evangélica, no loteamento Chácara dos Companheiros (rua Vereador Rogério Alfredo Giuntini).

A região do Rio Acima registra três casos confirmados de raiva animal em bovinos. Ainda estão em análise dois casos e outras duas mortes suspeitas tiveram amostras inadequadas para estudo.