Prefeitura presta auxílio às famílias atingidas por enchentes

Na manhã de hoje (21), as equipes da Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS) procedem com distribuição de produtos de limpeza para as 100 famílias do Jardim Tulipas e 80 famílias do Sorocabana que tiveram as residências atingidas pela água. Já as equipes da Unidade de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos (UGISP) realizam a limpeza das galerias e ruas, com hidrojateamento.

As chuvas foram de 105 mm em cerca de uma hora. No mês o acumulado é de 330 mm, o triplo para a média do mês de março dos últimos 10 anos.

Pontualmente, as ocorrências de alagamentos foram causadas pela calha do rio Jundiaí não suportar o volume de água. Desde o ano passado foi registrada solicitação para autorização de dragagem do leito do rio Jundiaí junto ao DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica), em trecho de 4 km entre o Jardim Tulipas e o bairro do Novo Horizonte, com o objetivo de ampliar a capacidade de recepção de água. A partir da autorização, será feita contratação de empresa especializada no serviço. A última dragagem foi realizada em 2007. Desde então, foram registrada ocorrências nos dois bairros apenas em 2016 e na noite de terça-feira, por conta do grande volume de chuva em curto espaço de tempo.

Ainda no bairro Jardim das Tulipas, desde o ano passado, está em andamento obras nas galerias e em bocas de lobo. Ao todo já foram realizadas 1,5 km de galerias e 72 bocas de lobo. Essas medidas auxiliaram na redução do impacto das chuvas no bairro. Contudo, com o assoreamento da calha do rio, o escoamento foi prejudicado.

A queda de aproximadamente 20 metros de muro da EMEB Joaquim Candelário de Freitas, na Vila Hortolândia, está em processo de limpeza por parte da UGISP. O entulho é removido e o terreno aguarda a secagem antes de o início do reparo.

Ocorrências

Foram registradas quedas de seis árvores (Jardim Samambaia, Horto Florestal, Bairro Fernandes, Rodovia Geraldo Dias e Distrito Industrial), além de alagamentos de vias.

De acordo com a Defesa Civil, outros pontos de alagamentos foram registrados no Vianelo, Eloy Chaves e Fazenda Grande. As equipes permanecem nas ruas em atendimento. Em caso de emergência, a Defesa Civil deve ser acionada pelo 199.

%d blogueiros gostam disto: