Obras são iniciadas na UBS Maringá

Com custo de pouco mais de R$ 60 mil, a obra na Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Maringá foi iniciada nesta terça-feira (27), e readequará o espaço (troca de portas, revestimentos, pisos, pintura, adequações hidráulicas) além da construção de rampa para a acessibilidade e sala para atendimento odontológico, o prazo para entrega é de até 60 dias. Nesse período, os usuários são atendidos nas UBSs Vila Rami e Comercial, sem prejuízo ao tratamento. Saúde de qualidade é meta para a atual gestão, por isso, desde o ano passado, são buscados recursos para a realização de reformas, melhorias e ampliação na oferta de atendimentos por parte da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS).

“A UBS Vila Maringá terá, após a reforma, o atendimento integral em saúde, ou seja, clínico geral, pediatra, ginecologista e dentista. Entendemos as necessidades da população e estamos trabalhando para melhorar a oferta. Com a implantação de serviços e a remodelação do atendimento com a instalação da Clínica da Família e a UPA do Jardim Novo Horizonte, que servirão de modelo para a toda a rede de Jundiaí, o atendimento ao cidadão será cada vez mais resolutivo”, detalha o prefeito Luiz Fernando Machado.

Segundo o gestor da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), Tiago Texera, além da parte estrutural, a ambiência também será adequada para atender os 11 mil usuários cadastrados na UBS. “A questão de acessibilidade é fundamental para melhor atender a população. Todo o mobiliário também será renovado. A expectativa é de que a construtora entregue até antes do prazo previsto, que é de 60 dias”, comenta.

Atendimento
Para facilitar o acesso da população durante o período de obras, os atendimentos foram divididos. Na UBS Vila Rami são ofertados acolhimentos, curativos, entrega de medicação, aferição de pressão e dextro, vacinas, agendamentos, consultas em clínico geral, pediatra e ginecologista. Já na UBS Comercial, os usuários serão atendidos em entrega de medicação, aferição de pressão e dextro, vacinas com encaminhamento da Vigilância Epidemiológica, coleta de exames e consultas pré-Natal com ginecologista.

“Estamos melhorando os espaços, sem interromper atendimento à população, oferecendo alternativas para acompanhamento médico. É importante salientar que, a partir das reformas, além da ambiência ser qualificada, o acesso aos serviços será facilitado, com a oferta mais próxima da residência de atendimento integral, preconizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS)”, salienta o gestor.