Auxílio Viagem em Várzea Paulista abre inscrições segunda (9)

Os alunos varzinos de cursos técnicos ou superiores de outras cidades, devidamente matriculados, podem retirar pessoalmente seus formulários de inscrição (ou obtê-lo por meio de um representante de suas famílias), a partir da desta segunda-feira (9). Até a sexta-feira (13), das 9 às 16 horas, o documento deve ser retirado na Unidade Gestora de Desenvolvimento Social, no Paço Municipal. Na atendimento prestado pelo órgão, que passa a administrar o benefício da cidade, será informada a documentação e a data da devolução.

Segundo a legislação vigente na cidade, o aluno precisa ter renda familiar máxima de dois salários mínimos e entregar ao setor a documentação solicitada.

Após a análise para a verificação de quem tem direito ao Auxílio viagem, será feita, assim que possível, a divulgação, no site da Prefeitura, da lista de contemplados — que poderá vir em duas partes —, datas e procedimentos para a retirada do benefício.

O Paço Municipal fica na Avenida Fernão Dias Paes Leme, 284 — Centro.

Documentação
Na data e horário informados durante a retirada do formulário, o aluno deverá levar as cópias, acompanhadas dos documentos originais para verificação. Toda a documentação terá de ser entregue em envelope tamanho ofício, com o nome do aluno e da escola em letras grandes e de forma. Não será aceita documentação incompleta ou falta de envelope. A relação pode ser entregue por um responsável do aluno ou outro familiar. Confira:
– Original do formulário preenchido e assinado (com uma cópia);
– Declaração de matrícula em papel timbrado e atestado de frequência, com o nome do aluno, curso e período; ou declaração online e cópia do último boleto pago; bolsistas precisam portar o contrato de formalização da bolsa de estudos;
– Cópias do RG e CPF;
– Cópia de comprovante de endereço no nome do aluno (conta de água, luz ou telefone); caso não haja, aceita-se correspondência comercial no nome do requerente (boleto bancário, por exemplo), acompanhada do comprovante de endereço onde reside (conta de água, luz ou telefone no nome do proprietário do imóvel);
– Cópia dos comprovantes de renda familiar total, que pode ser de até dois salários mínimos.