VÁRZEA PAULISTA

Vazamento de esgoto provocou morte de peixes

A morte de peixes no Clube de Campo Várzea Paulista, no fim do mês passado, teve suas causas descobertas pela Sabesp. A concessionária identificou, após várias averiguações feitas em conjunto com técnicos da Prefeitura e Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), que o lançamento indevido de água das chuvas de sexta-feira (28) e domingo (30), na rede coletora de esgoto que passa próximo da galeria de captação das águas do córrego do Mursa, pressurizou o sistema ocasionando vazamento de esgoto que por sua vez atingiu a galeria de captação das águas do córrego do Mursa, contaminando a lagoa do pesqueiro.

De acordo com o gerente da Sabesp na região, Marcelo Maioli, foi feito o reparo na rede coletora, na última quarta-feira (3). Na tarde de sexta-feira (5), após resultado das análises feitas atestando a qualidade das águas do reservatório, a captação para tratamento foi retomada.

Maioli garante que as águas captadas passam por um rigoroso tratamento, antes de chegar às residências varzinas.

O representante da Sabesp informou oficialmente o resultado das análises e as últimas medidas adotadas pela Sabesp, à Prefeitura de Várzea Paulista e Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), na sede do órgão ambiental, em Jundiaí, na tarde de sexta-feira (5).

A concessionária de abastecimento também estuda melhorias na galeria de captação das águas do córrego do Mursa.

Leia mais
Vários leitores enviaram relatos dos peixes mortos. Veja aqui.

peixes mortos

https://www.youtube.com/watch?v=rO-ZNKckYpw&feature=youtu.be

No dia seguinte das denúncias, a prefeitura cobrou esclarecimentos sobre as mortes dos peixes.