Metalúrgicos iniciam a Campanha de Negociação Coletiva

O pontapé inicial da Campanha de Negociação Coletiva 2019 da categoria metalúrgica foi dado. Os representantes dos 52 sindicatos filiados à Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo (FEDMETALSP) se reuniram na sede da entidade, em São Paulo, com o objetivo de definir as principais diretrizes e estratégias que deverão ser seguidas durante as negociações com os sindicatos patronais.

Em meio ao cenário trabalhista cheio de incertezas, os sindicalistas buscam mobilizar os trabalhadores em torno da defesa dos direitos. O consenso entre os representantes dos trabalhadores é que o diálogo em torno dos salários é essencial, mas que a conjuntura atual exige um debate profundo na defesa da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).

“O modo de negociação mudou e temos que nos adaptar, já que com a reforma trabalhista veio o negociado sobre o legislado. Sendo assim, nos dedicaremos em negociar a manutenção da nossa CCT, com a intenção de tornar ela mais ampla do já é, e fazer deste documento um escudo contra toda a ofensiva patronal contra os direitos conquistados”, apontou o presidente da FEDMETALSP e do Sindicato dos Metalúrgicos de Jundiaí e região, Eliseu Silva Costa.

Os trabalhadores de Jundiaí, Várzea Paulista e Campo Limpo Paulista devem ficar atentos. Em 15 de setembro, às 9h, na Sede do Sindicato, será realizada a Assembleia Geral da Negociação Coletiva da categoria. “O progresso da categoria depende da capacidade de mobilização da mesma. Quanto maior o número de pessoas envolvidas, maior o nosso poder na mesa de negociação. É a oportunidade de os trabalhadores metalúrgicos exporem suas sugestões e reivindicações para a formalização de uma pauta abrangente. Por isso, contamos com a presença de todos”, convoca Eliseu.