Comunidade dá ideias para painel no Beco da Fepa

As ideias para ilustrar o “Beco da Fepa” começaram a sair do papel. Na tarde deste sábado (14), estiveram reunidos os artistas de rua da cidade que participarão da ação que integra o projeto Fepasa Viva e, no dia 13 de outubro, transformará os 140 metros de extensão do muro da empresa Solística em um enorme painel de grafite. A criação do Beco da Fepa – inspirada no Beco do Batman de São Paulo – foi mencionada como um ressurgimento da comunidade do Jardim Fepasa.

“A arte traz amor, dignidade, esperança e vida para uma comunidade”, salientou o artista plástico Didu Losso, que estará participando do projeto e veio para a reunião acompanhado do curador de arte Sérgio Skaff. “Tenho certeza de que acontecerá com o Beco da Fepa o que aconteceu com o Beco do Batman, que se tornou um ponto turístico de São Paulo, onde a vida pulsa, com área de gastronomia, diversão, cultura e a presença de pessoas aproveitando o que a arte trouxe para a cidade”, destacou o artista, que em Jundiaí contará com a curadoria dos artistas Jensen Silva, o Jen-Jay, do Coletivo The King´s, da comunidade do Jardim São Camilo, e do rapper e grafiteiro Juninho Canibal, que viveu no Jardim Fepasa.

“No dia 13, teremos artistas que atuam no cenário nacional e internacional da arte de rua, mas eles virão especialmente pela possibilidade da interação e da troca de experiências com vocês aqui da cidade, que serão os grandes artistas no dia”, avisou Didu.

 

Participação da comunidade

Para Maria Luziana Santos, agente comunitária do Jardim Fepasa, dentre os pedidos feitos pela comunidade, há um consenso: uma justa homenagem ao músico e líder comunitário que marcou a história da comunidade. “Se não fosse pelo Tomé Zabelê, certamente não teríamos conquistado tantas coisas aqui no Jardim Fepasa e todo mundo entende que ele merece ser lembrado neste espaço”, revela. “Além do Tomé, a comunidade também pede que o muro tenha muitas cores e que seja a representação do que desejamos para o Jardim Fepasa: que seja um lugar que merece ser visto, vivido e admirado.”

O diretor da Unidade Central de Entregas, da Unidade de Gestão de Governo e Finanças, Jones Martins, ressaltou que a comunidade sugeriu alguns elementos para ilustrar o painel do muro, mas cada artista poderá desenvolver a sua própria ideia. “Os artistas terão liberdade para criar seus desenhos dentro do espaço que for estabelecido para eles. E a comunidade também foi ouvida nesse processo de criação, expressando alguns dos seus desejos”, explicou.