Pesquisa mostra avaliação dos prefeitos da região

Como os eleitores de Campo Limpo Paulista, Várzea Paulista e Jundiaí avaliam os governos de João Doria, Jair Bolsonaro e dos prefeitos que administram estas cidades?

O Jornal da Região publica rodadas de pesquisas de opinião coletadas entre o final de agosto e início de setembro nos três municípios, somando 1.400 pessoas – 400 em Campo Limpo, 400 em Várzea Paulista e 600 em Jundiaí. Em um ano o “JR” vai publicar mais quatro pesquisas de avaliação dos governantes.

As rodadas do estudo, conduzido pela AR7 Pesquisa de Opinião e Consultoria Estatística, aconteceram nos dias 30 e 31 de agosto (Jundiaí), e 6 e 7 de setembro (Campo Limpo e Várzea Paulista).

Os eleitores de cada uma dessas cidades avaliaram como “ótima”, “boa”, “regular”, “ruim” e “péssimo” as administrações do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e do governador João Doria (PSDB).

A pesquisa também ouviu as opiniões dos eleitores sobre as gestões de cada um dos prefeitos das três cidades: Roberto Antonio Japim de Andrade, Dr. Japim (PROS), de Campo Limpo; Juvenal Rossi (PV), de Várzea Paulista; e Luiz Fernando Machado (PSDB), de Jundiaí.

A margem de erro das pesquisas em Campo Limpo Paulista e Várzea Paulista é de 4,9 pontos, com intervalo de confiança de 95%. Em Jundiaí, a margem de erro ficou em 4 pontos, e com 95% de intervalo de confiança.

A PESQUISA

Maioria aprova gestão de Luiz Fernando em Jundiaí

Entre as cidades de Jundiaí, Campo Limpo Paulista e Várzea Paulista, a gestão do prefeito jundiaiense Luiz Fernando Machado (PSDB) é a que tem, proporcionalmente, o maior
índice de aprovação entre os eleitores. Sua administração alcançou índice positivo de 44,2% entre os eleitores da cidade, segundo pesquisa da AR7 Pesquisa de Opinião e
Consultoria Estatística.

A aprovação a Luiz Fernando supera em mais de 15 pontos percentuais o segundo colocado – Juvenal Rossi (PV), prefeito de Várzea Paulista, que teve sua gestão aprovada
em 28,5%. A administração de Dr. Japim (PROS), prefeito de Campo Limpo, obteve apenas 12,2% de aprovação.
Luiz Fernando também é o prefeito da região com menor índice de rejeição. Entre os eleitores ouvidos pela pesquisa, 19,7% reprovam sua gestão. Dr. Japim teve sua
administração reprovada com índice de 56,3%; e Juvenal Rossi, 25,6%.

O percentual de aprovação é a soma das avaliações como “ótima” e “boa”; e a reprovação, de “ruim” e “péssima”.

Esferas de governo
Se a comparação for entre as três esferas de governo (federal, estadual e municipal), a gestão de Luiz Fernando também tem a melhor avaliação (44,2%), com quase 10 pontos
percentuais a mais que Bolsonaro (34,4%) e quase 20 pontos de Doria (24,9%).

O instituto percorreu as cidades nos dias 30 e 31 de agosto (Jundiaí), e 6 e 7 de setembro (Campo Limpo e Várzea Paulista). No total, ouviu 1.400 eleitores dessas cidades, sendo
600 em Jundiaí, 400 em Campo Limpo e mais 400 em Várzea Paulista.

 

 

 

 

CAMPO LIMPO PAULISTA

Maioria reprova gestão de Dr. Japim em Campo Limpo

A gestão do prefeito de Campo Limpo Paulista Dr. Japim (PROS) foi reprovada por eleitores ouvidos em pesquisa realizada pela AR7 Pesquisa de Opinião e Consultoria Estatística, nos dias 6 e 7 de setembro. Mais da metade dos entrevistados, 56,3%, consideraram seu governo como ruim (12,8%) ou péssimo (43,5%).
A aprovação é a soma das avaliações como “ótima” e “boa”; e a reprovação, de “ruim” e “péssima”. O percentual positivo chegou apenas a 12,2% – sendo que 1,3% consideraram “ótima” a gestão de Japim, e outros 10,9% classificaram como “boa”. Já 28,5% apontaram como regular, e 3,0% não souberam responder.
Bolsonaro e Doria
A mesma pesquisa aponta que os eleitores de Campo Limpo Paulista estão divididos em relação ao governo de Jair Bolsonaro (PSL). A aprovação à administração do presidente está em 33,2%, enquanto o percentual de pessoas que reprovam seu governo fica em 32,3%. Dos entrevistados, 32,1% consideram regular, e outros 2,4 não responderam.
Dos entrevistados, 8,4% consideram ótimo o governo Bolsonaro; 24,8%, bom; 13,5%, ruim; e 18,8, péssimo.
Na avaliação à gestão de João Doria (PSDB) no Governo do Estado, 23,5% deram sua aprovação (1,7% como “ótimo” e 21,8% “bom”); 40,0% consideraram regular; 27,8% (16,5% como “ruim” e 8,6% “péssimo”) reprovaram seu governo; e 8,6% não responderam.
Foram ouvidas 400 pessoas com idade para votar em Campo Limpo Paulista. A margem de erro da pesquisa é de 4,9 pontos percentuais, e o índice de confiança de 95%. A cidade possui, segundo o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, 59.809 eleitores.

 

VÁRZEA PAULISTA

Maioria considera regular a gestão de Juvenal Rossi

A gestão do prefeito de Várzea Paulista, Juvenal Rossi (PV), é considerada regular pela maioria dos eleitores ouvidos em pesquisa realizada pela AR7 Pesquisa de Opinião e Consultoria Estatística, nos dias 6 e 7 de setembro. Das 400 pessoas ouvidas, 43,5% não acham bem boa nem ruim a administração do mandatário varzino.
A aprovação é a soma das avaliações como “ótima” e “boa”; e a reprovação, de “ruim” e “péssima”.
Por outro lado, a percentagem dos que aprovam a gestão de Juvenal Rossi em Várzea Paulista é de 28,5%, maior que os 25,6% que reprovam. Entre os que aprovam, 2,5% consideram “ótima” a administração do prefeito, e 26,0% “boa”. Já entre os que reprovam, 11,7% apontam como “ruim” a gestão municipal, e 13,9% como péssima. Outros 2,5% não souberam opinar.
Bolsonaro e Doria
A mesma pesquisa aponta que em Várzea Paulista, o governo de Jair Bolsonaro (PSL) tem praticamente os mesmos percentuais de aprovação e reprovação. No estudo, a gestão do presidente aparece com 30,5% de aprovação (3,4% de “ótima” e 27,1% como “boa”) e 29,9% de reprovação (11,7% como “ruim” e 18,2% como “péssimo”).
Considerando a margem de erro de 4,9%, há um empate técnico entre os que aprovam e os que reprovam o governo Bolsonaro. Entre os que apontam como regular estão 38,1%, e outros 1,6% não soube responder.
Já a gestão do governador João Doria (PSDB) foi reprovada por 29,0% das pessoas ouvidas em Várzea Paulista – 12,6% como “ruim” e 16,4% como “péssimo”. Os que aprovaram chegam aos 20,2% (1,1% como “ótima” e 19,1% como “boa”), e os que consideraram regular ficou com a maior porcentagem – 43,9%. Outros 2,5% não responderam.
O índice de confiança da pesquisa é de 95%, e a margem de erro de 4,9%. Várzea Paulista possui, segundo o TRE-SP, 77.008 eleitores.


 

JUNDIAÍ

 

Saiba mais sobre a AR7

 

 

%d blogueiros gostam disto: