Prestação de Contas apresenta investimentos para a Vila Rio Branco

A EMEB Vereador José Pedro Raymundo foi o local escolhido para mais uma edição de Prestação de Contas da Prefeitura de Jundiaí. Com a apresentação feita pelo Prefeito Luiz Fernando Machado, a população foi informada sobre as ações já realizadas, as que estão em andamento e os investimentos futuros previstos para a região da Vila Rio Branco. O modelo de apresentação das ações da gestão é realizado desde o ano de 2017, com o objetivo de promover o diálogo com os moradores de todas as regiões do Município.

“Fizemos e estamos fazendo vários investimentos na região da Vila Rio Branco. O Complexo Esportivo Pedro Raymundo já teve a troca de piso do ginásio e está recebendo a construção de vestiários e rampas de acessibilidade; 6 mil metros de vias do bairro receberam o recapeamento e ainda temos o projeto para a construção da Nova UBS Vila Rio Branco, num prédio de 500 metros quadrados. Para esse investimento estamos em busca de recursos, – possivelmente de Estudo de Impacto de Vizinhança (EIVs) -, para a realização; sem contar os investimentos feitos nas Escolas Municipais de Educação Básica (EMEBs) da região, que receberam manutenções corretivas e está em construção a maior unidade da rede, a EMEB Professor Joaquim Candelário de Freitas.”, enumerou o Prefeito Luiz Fernando Machado.

O gestor ainda elencou, durante a apresentação, a reversão do processo de dívidas e retomada do equilíbrio financeiro pela atual gestão. “As dívidas herdadas foram equacionadas ao longo do tempo. Tivemos de fazer escolhas, como priorizar o pagamento do vale-alimentação dos servidores e o 13º do Hospital São Vicente de Paulo, ao custo de economias em contratos. Conseguimos regularizar a situação e investir, mas sabemos que há mais avanços a ser conquistados”, destacou o gestor, que também apresentou dados sobre os avanços no Hospital São Vicente de Paulo e na Educação.

Assim como nos demais encontros de Prestação de Contas, após a apresentação, a população fez perguntas e obteve as respostas diretamente dos gestores. Para o aposentado Sebastião Gonçalves Granado, 66 anos, o evento é de extrema importância. “Fiquei muito satisfeito pois fiquei sabendo sobre os investimentos que são previstos para a Unidade Básica de Saúde (UBS) e a ampliação dos exames laboratoriais, que era a minha dúvida”, comentou.

Edmilson Massagardi, 53 anos, comerciante, se interessou em detalhar o financiamento do Hospital São vicente, que recebe mais de 30% de usuários de outros municípios. “Eu entendo que o Sistema Único de Saúde (SUS) seja universal, mas se os outros municípios usam aqui, devem ajudar no custeio. Jundiaí não pode arcar sozinha com o atendimento e financiamento para outras cidades. Já que o governo federal não faz o custeio adequado, quem usa, deve também pagar”, analisou.  A unidade hospitalar tem custo mensal de R$ 200 milhões por ano, sendo R$ 160 milhões custeados inteiramente por Jundiaí.

Aposentada e moradora na região da Vila Rio Branco, Fátima de Lima, elogiou a iniciativa. “É muito importante ter a oportunidade de conversar com o Prefeito no nosso bairro e saber, a partir dele, das ações que estão sendo realizadas aqui. Aproveitei a oportunidade para fazer uma sugestão ao Prefeito, para que desenvolva um projeto igual ao do Hospital São Vicente (Acolha um Quarto, Conforte Vidas), para as UBSs. Assim, a prefeitura arcaria com os recursos humanos, e a iniciativa privada, com a estrutura”, explicou.