Black Friday deve elevar as vendas em até 5%

Nos últimos anos a Black Friday se tornou uma data importante para o varejo nacional. Este ano, a campanha será intensificada nos dias 29 e 30 de novembro, mas desde o início do mês tanto o varejo físico, quanto online já estão com ações de divulgação e promoções. O Sindicato do Comércio Varejista de Jundiaí e Região (Sincomercio) estima que as vendas devem crescer até 5%  em relação ao mesmo período no ano passado.

De acordo com Edison Maltoni, presidente do Sincomercio, a Black Friday representa o período propício para os empresários equilibrarem os estoques que estão acima do adequado e renovar as mercadorias para o Natal. “Também é o momento de traçar estratégias bem definidas para crescer e fidelizar os seus clientes durante a data que representa um aquecimento para o Natal, a data mais esperada pelo varejo”, observa.

No Brasil, a Black Friday surgiu em 2010 adotada inicialmente pelas lojas online. “Com os passar dos anos, a campanha agregou muito ao comércio físico e passou a ser uma grande ferramenta de  vendas porque valoriza a presença dos consumidores na loja e representa uma forma de fidelizar o cliente. Acreditamos na Black Friday e trabalhamos a favor dela”, afirma Maltoni. No mesmo período da Black Friday também é realizada a Semana do Consumidor, já aprovada na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC), a oferta de produtos e serviços tem de ser realizada de forma adequada, clara e precisa. Desta forma, Maltoni orienta os comerciantes sobre os principais problemas apontados pelos clientes, relacionados às boas práticas que devem ser observadas em relação aos direitos do consumidor. “Os  varejistas online devem atentar-se ao cumprimento das condições da oferta, com a entrega de produtos e serviços contratados, observados prazos, quantidade, qualidade”, afirma.

Já no comércio físico, ele observa que os empresários devem se atentar sobre as regras de oferta e formas de afixação de preços de produtos e serviços. “Durante a Black Friday, há estabelecimentos que adotarão horários de atendimentos diferenciados para atender a demanda”, avisa.