Reiniciada obra de Jundiaí para a Dom Pedro

A Concessionária Rota das Bandeiras anuncia que retomou as obras de uma via perimetral da Rodovia Engenheiro Constâncio Cintra para a Rodovia Dom Pedro 1º. Quando ficar pronta os motoristas de Jundiaí terão acesso direto para a Dom Pedro, sem entrar em Itatiba.

A empresa responsável pela administração do Corredor Dom Pedro de rodovias acaba de iniciar a segunda etapa das obras de implantação da Perimetral de Itatiba (SPI-081/360), nova estrada que interligará as rodovias D. Pedro I (SP-065), Eng. Constâncio Cintra (SP-360) e Romildo Prado (SP-063), em Itatiba, contribuindo para a retirada do tráfego de veículos pesados do sistema viário municipal.

A retomada das obras no local – um trecho com 400 metros de extensão já havia sido concluído no final de 2018 – acontece logo após a emissão da Licença de Instalação por parte da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). A segunda etapa dos trabalhos contempla um trecho com cerca de 6km de extensão, do trevo de Louveira, no entroncamento entre as rodovias Eng. Constâncio Cintra e Romildo Prado, até as imediações do km 23 da rodovia Luciano Consoline (SP-063).

No momento, as equipes a serviço da Concessionária executam as intervenções necessárias para implantação dos caminhos de serviço que permitirão o acesso ao canteiro de obras. Os primeiros trabalhos no local estão relacionados ao tratamento de solo mole com colunas de brita e geodrenos e à construção de quatro Obras de Arte Especiais (OAEs) existentes ao longo da nova rodovia. A Rota das Bandeiras prevê que a segunda etapa das obras da Perimetral de Itatiba será concluída no prazo máximo de 18 meses. Já a terceira e última etapa das obras tem cerca de 1,5km de extensão e se encontra em fase de licenciamento ambiental.

O investimento total da Rota das Bandeiras na construção da Perimetral de Itatiba será de R$ 132,6 milhões (base Julho/2019). A nova rodovia deverá atender a uma demanda inicial de 5,6 mil veículos/dia. A rodovia terá duas pistas separadas por uma barreira rígida dupla e contará com acostamento e refúgio. Serão implantadas três passagens inferiores e uma passagem superior, além de uma via local. Os motoristas terão à disposição uma base do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), além de guinchos e ambulâncias para o atendimento a socorros médicos e mecânicos.

“Essa é uma obra muito importante para a população de Itatiba porque amplia a segurança e o conforto de seus moradores, à medida que retira a circulação de veículos pesados das ruas do município. Além disso, a Perimetral de Itatiba vai criar um novo corredor entre as rodovias D. Pedro I, Anhanguera (SP-330) e Bandeirantes (SP-348), o que contribuirá para a escoação da produção local”, destaca o diretor-presidente da Rota das Bandeiras, Douglas Longhi.