JORNAL DA REGIÃO

JUNDIAÍ E REGIÃO

Autuações por descarte irregular aumentam 27%

A Unidade de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos, mantém o trabalho de fiscalização contra o descarte irregular de resíduo sólido em toda a cidade. Com conscientização, fiscalização e autuações em flagrante, foi possível inibir o descarte em vários bairros. Desde 2017, a administração tem ampliado o número de Ecopontos e, para 2020, criará três novos endereços para a recepção dos materiais descartados pela população.

“Conseguimos inibir os descartes principalmente nas ruas Carlos Gomes e Torres Neves, avenidas Clemente Rosa e Nove de Julho e vias da Vila Arens”, disse o diretor de Limpeza Pública de Jundiaí, Márcio Moraes. “Também combatemos o descarte irregular no Traviú, Jardim Ermida, na parte de cima do Parque Centenário, Jardim Tulipas, Fazenda Grande, Jardim do Lago, Cidade Jardim e Cidade Nova. Em alguns bairros, caiu de 60% a 70% o descarte irregular de entulho”, emendou.

Até 20 de dezembro de 2019, as equipes de fiscais aplicaram 47 autos de infração a pessoas que desrespeitaram a lei, contra 33 em todo ano de 2018. Na comparação entre os dois anos, as autuações cresceram 27%, segundo a Unidade. Quem é flagrado descumprindo a lei tem que pagar multas que variam de R$ 500 a R$ 9.338,56. Os valores podem dobrar em caso de reincidência.

Além da fiscalização, a administração ampliou o número de Ecopontos para que a população possa fazer o descarte gratuito de materiais, com volumes de até 1 metro cúbico. “No início de 2017, existiam na cidade apenas dois Ecopontos. Além de criar outros três espaços para que a população possa fazer o descarte correto, em 2020 serão criados outros três, nos bairros Cidade Nova, Vila Nambi e Jardim São Camilo”, adiantou. Os endereços e horários de funcionamento estão disponíveis do site da Prefeitura de Jundiaí.

%d blogueiros gostam disto: