Saúde terá R$ 14 milhões em obras em 2020

Qualificar a saúde e oferecer o melhor atendimento para a população são metas da administração que vem sendo seguidas desde o início da gestão.

Vários avanços foram conquistados, como a quitação das dívidas, aquisição de equipamentos, ampliação do acesso e de resolutividade para a população, além de recomposição de quadros de profissionais e entrega de Novas UBSs acessíveis e com a carteira completa de serviços.

O valor a ser investido em obras para a melhoria estrutural dos espaços de Saúde neste ano de 2020 será de R$ 14 milhões, provenientes do Avança Jundiaí, além de recursos próprios da Prefeitura de Jundiaí para a continuidade do fortalecimento da Saúde do Município.

“Após ajustar as contas da cidade foi possível iniciar os investimentos para qualificar e ampliar o atendimento da Saúde. Para 2020 teremos entregas de novos equipamentos logo nos primeiros meses como as Novas UBSs Jardim do Lago e Jundiaí Mirim, além do Centro de Convivência, Cultura, Trabalho e Geração de Renda (CECCO). Outra obras já estão em andamento e proporcionarão à cidade, a renovação da ambiência, o acolhimento e a humanização em mais de 50% da rede de Jundiaí. Investir em Saúde é uma prioridade para a gestão, por isso, serão R$ 14 milhões ao setor, além do orçamento do ano, que responde por mais de 20% do Orçamento da cidade”, ressalta o Prefeito Luiz Fernando Machado.

Já estão encaminhadas as obras da Clínica da Família/Unidade Pré-Hospitalar Hortolândia e das Novas UBSs Comercial, Agapeama, Santa Gertrudes, São Camilo, Retiro, Morada das Vinhas e Corrupira, além da licitação da aquisição dos projetos para a Clínica da Família/Unidade Pré-Hospitalar da Ponte São João e do Centro de Especialidades. “São avanços que, somados aos investimentos realizados ao longo dos 36 meses, proporcionarão à cidade a renovação de mais da metade dos equipamentos de saúde da Atenção Básica, Urgência e Emergência, incluindo os ambulatórios de especialidades”, destaca o gestor da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde, Tiago Texera.

Todos os equipamentos contarão com os programas “Posso Ajudar” e “Guardião da Saúde”, que têm por objetivo auxiliar a população durante o período que esteja nos serviços, bem como servir de canal direto de comunicação para avaliar e fazer sugestões sobre o serviço recebido.