Usina solar irá reduzir 10% de gasto com energia no São Vicente

Em busca de melhorias para os pacientes e para comunidade, o Hospital de Caridade São Vicente de Paulo deu mais um importante passo nesta terça-feira. Foi lançado o projeto de Eficiência Energética, que integra o Programa CPFL nos Hospitais, e que viabilizou a instalação de 370 placas fotovoltaicas no telhado da instituição, o que deve gerar economia de 10% na conta de energia do hospital, cerca de R$ 84 mil anuais, que poderão ser aplicados em outras benfeitorias.

O projeto custou à CPFL R$735 mil. O sistema deve reduzir o consumo do hospital em até 190 MWh/ano. Volume suficiente para abastecer cerca de 79 famílias no período de um ano, considerando o consumo mensal de 0,2MWH por residência.

Quem passa em frente ao São Vicente já percebe a diferença. Cerca de 1.000 metros de telhado estão revestidos com as placas fotovoltaicas. Para que isso fosse possível, o hospital revitalizou todo seu telhado. O trabalho começou no primeiro semestre de 2019 e no final do segundo semestre teve início o processo de instalação das placas. O próximo passo é concluir a fiação e dutos que colocarão o projeto em operação. Isso deve ocorrer no primeiro semestre deste ano.

Além deste projeto, o hospital tem apostado em outras iniciativas voltadas para a sustentabilidade que culminarão em economia da ordem de R$480 mil anuais. “Estamos investindo em placas de aquecimento solar que serão usadas no aquecimento da água dos chuveiros de nossos quartos, substituímos nossas torneiras para reduzir o uso de água, estamos implementando a assinatura eletrônica que irá reduzir o consumo de papeis e outras iniciativas neste sentido. Estimamos que, quando todos estes projetos estiverem em prática, conseguiremos ter uma economia de R$ 40 mil mensais para o hospital. Sabemos de nossa responsabilidade em ser mais sustentável, especialmente por sermos o maior hospital da região, e temos certeza dos impactos positivos para a nossa comunidade a médio e longo prazo”, afirma o superintendente do Hospital, Matheus Gomes.

Na região de Jundiaí, o São Vicente foi o primeiro a ser beneficiado com o Programa CPFL nos Hospitais, que visa ajudar as instituições públicas e filantrópicas a reduzirem suas contas de energia elétrica.