Saúde de Jundiaí é exemplo para Jaguariúna

Técnicos em saúde da cidade de Jaguariúna estiveram em Jundiaí nesta sexta-feira (7) visitando o modelo de atendimento implementado no Novo Horizonte, com a Clínica da Família e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24H) Vetor Oeste. Interessados em reimplantar o serviço de urgência e emergência no formato 24 horas, a equipe percorreu a instalação jundiaiense para absorver as boas práticas e implementá-las.

“Jundiaí tem se destacado nacionalmente com a apresentação do modelo premiado durante o Smart City Business Brazil Congress & Expo e serve de exemplo para municípios brasileiros que contam com prédios semelhantes. Compartilhar medidas eficientes em Saúde Pública contribui para a melhoria da sociedade”, comenta o gestor da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS) Tiago Texera, lembrando que a Clínica da Família conta com 80% de resolutividade e a UPA 24H  Vetor Oeste registra 95% de resolutividade com a formatação conjunta predial e disponibilização de exames para a população, próximo de casa.

De acordo com a coordenadora da UPA de Jaguariúna, Elenice Muniz, o serviço daquela cidade atende entre 5 mil a 6 mil pessoas por mês, no período de 12 horas. “No próximo mês iremos implantar o equipamento de raio-x, que atualmente não está disponível, por isso, precisamos transportar o paciente para o Hospital – que fica próximo – quando há necessidade desse tipo de atendimento. Ouvimos muitos elogios ao sistema implantado em Jundiaí, por isso, resolvemos conhecer para nos inspirar, já que a intenção é ampliar o nosso atendimento para 24h”, detalha.

Segundo a coordenadora Municipal de Urgência e Emergência, Ana Rita Bertollini, a UPA 24H Vetor Oeste registra, atualmente, 11 mil atendimentos mês e atende a uma população de 140 mil pessoas, contando com uma base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) no local, reduzindo em 70% o tempo para o atendimento das demandas.