Três dias de Carnaval geraram seis toneladas de lixo

A Prefeitura de Jundiaí, por meio da Unidade de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos, vem fazendo a sua parte na limpeza da cidade depois dos desfiles dos blocos carnavalescos, ocorridos entre sexta-feira (14) e domingo (16). O Departamento de Limpeza Pública, porém, pede aos foliões que ajudem a manter as vias públicas sem sujeira, colocando o que for descartado nas lixeiras e contêineres espalhados pelas ruas e avenidas por onde passam os blocos.

Segundo Márcio Moraes, diretor do Departamento de Limpeza Pública do município, a limpeza das ruas durante o Carnaval é efetuada em etapas. A primeira, antes do evento, consiste na varredura e retirada de caçambas, com o objetivo de preparar o espaço e deixá-lo sem objetos que possam ferir a população, além da colocação de 30 a 40 contêineres de mil litros cada no trajeto para o descarte do lixo.

“Durante o evento, uma equipe realiza o monitoramento do local e efetua a limpeza. Ao término desta etapa, assim que ocorre a dispersão das pessoas é efetuada a varrição e a lavagem completa da via. No dia seguinte, o local ainda passa por vistoria”, destaca Márcio.

Na sexta, a diversão ficou por conta do Chupa que é de Uva; no sábado (15) desfilou o bloco da Maravilha; e no domingo, fizeram a diversão dos jundiaienses os blocos Afro Kekerê e Basta vir e se divertir.

 

Seis toneladas

Nos três primeiros dias do Carnaval em Jundiaí (14, 15 e 16), cerca de seis toneladas de lixo foram recolhidas. Essa quantidade equivale, por exemplo, à coleta efetuada em um dia na Vila Hortolândia, com população estimada em 10,5 mil pessoas, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Embora existam os contêineres, para que o lixo seja descartado de forma correta, resíduos foram jogados na via nos eventos dos dias 14, 15 e 16 de fevereiro. Muitas vezes, inclusive, foi constatado lixo jogado a poucos metros do contêiner. “Pedimos então que a população se conscientize sobre a importância do descarte correto de seu lixo. Mesmo ocorrendo a limpeza, esse material jogado nas vias pode ser levado pela chuva e acabar entupindo bocas de lobo, por onde escoam as águas pluviais, podendo causar alagamentos e transtornos aos munícipes”, completou o diretor do Departamento de Limpeza Pública de Jundiaí.

O trabalho será feito também nos desfiles de blocos durante e depois do Carnaval (de 21 a 25/2, 29/2 e 1º/3) e das escolas de samba da cidade (em 22 e 25/2).