Mulher morre e Polícia suspeita de feminicídio

Morreu no Hospital São Vicente de Paulo, em Jundiaí, a moradora do bairro Colina, em Cabreúva, Rita de Cássia Oliveira Rodrigues, de 49 anos. Ela estava internada desde a madrugada de segunda-feira (17) depois de sofrer traumatismo craniano na rua Esmeralda, no bairro do Vilarejo.

O namorado dela, de 43 anos, chegou a ser preso pela Guarda Municipal e pela Polícia Civil, depois que a equipe médica que a atendeu disse que os ferimentos não eram compatíveis com queda de escada, mas de agressões.

O namorado chegou a ser encaminhado ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista. Mas depois de passar por audiência de custódia a Justiça decidiu que ele podia responder ao processo em liberdade.

A família dela disse na Delegacia que o casal estava sempre brigando e ele a agredia. Diante dos fatos o delegado do Plantão tinha determinado a prisão.

O namorado alegou o tempo todo que Rita caiu da escada e bateu a cabeça. Ele mesmo a socorreu para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cabreúva.