Empresários participam de prestação de contas no Ciesp

Cerca de 300 empresários lotaram o auditório do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), em Jundiaí, na manhã desta terça (18), durante a apresentação de dados sobre a cidade, feita pelo prefeito Luiz Fernando Machado. Além de falar sobre infraestrutura e perspectivas econômicas, o prefeito também respondeu a perguntas dos empresários sobre diversos temas.

“Destacamos o protagonismo do município na prestação de serviços e em áreas como Educação e Saúde”, afirmou Luiz Fernando Machado. “Esta foi uma oportunidade importante de ressaltar, a um público qualificado de empresários e integrantes de startups, as vantagens de se estabelecer e permanecer em uma cidade como Jundiaí”.

O encontro foi aberto pelo diretor-presidente do Ciesp, Marcelo Cereser, que reforçou a importância da aproximação entre o setor público e o privado. “Foi uma honra receber o prefeito para apresentar esses dados e dialogar com o setor produtivo. Um dos nossos principais objetivos é promover essa integração, e o prefeito trouxe informações valiosas aos nossos associados”, afirmou, lembrando que o Ciesp completará 70 anos de existência no próximo dia 26 de março.

Ao final da apresentação, foi composta uma mesa com o prefeito, o diretor-presidente do Ciesp, o gestor de Governo e Finanças, José Antonio Parimoschi, e Alexandro Zavarizi, 1º vice-diretor do Ciesp. Os empresários puderam fazer perguntas sobre vários temas – desde mobilidade e transporte até as medidas que estão sendo tomadas pela administração municipal para proteger a cidade contra o coronavírus, já que muitas empresas mantêm relações comerciais com a China.

Entre os dados apresentados, estiveram o PIB da cidade – que é de R$ 41,2 bilhões, o 7º maior PIB municipal do Estado de São Paulo e o 17º maior do Brasil – e o PIB per capita (divisão da renda pelo número de habitantes), que é de R$ 100,7 mil, 114% maior que o índice paulista e 218% maior que o índice brasileiro. “Agradecemos a presença do prefeito nesse encontro. Os números dão inveja aos demais municípios do Estado e do Brasil”, disse Alexandro Zavari