Polícia prendeu 1.500 pessoas no Carnaval

A Operação Carnaval Mais Seguro levou às ruas nesta terça-feira (25) mais de 24,2 mil policiais militares em todo o Estado para garantir a segurança da população durante o carnaval. Desde sexta-feira (21) até o início desta quarta-feira (26), 188,7 mil pessoas foram abordadas nas ações das polícias Militar e Civil. Deste total, 1.506 pessoas foram detidas durante as ações das polícias Militar e Civil.

Entre as ocorrências de destaque está prisão de dois homens com treze armas de fogo, entre elas um fuzil 5.56, pela Polícia Militar Rodoviária. Com eles, também foram recuperadas 200 munições e 38 carregadores de diversos calibres, além apreensão de dois carros.

Com esse caso, as atividades policiais no período resultaram na apreensão de 145 celulares e recuperação de 67 aparelhos roubados e/ou furtados. Também foram recuperados 330 veículos e apreendida mais de 1,1 tonelada de drogas e 103 armas de fogos ilegais.

Para garantir a segurança no trânsito, as equipes também fiscalizaram mais de 127,2 mil veículos. Os condutores foram submetidos ao teste do etilômetro. Ao todo, 5.490 foram autuados por dirigir sob influência álcool ou substâncias psicoativas ou por se recusarem a realizar o teste.

Também foram realizados 3.810 resgates e 974 salvamentos pelas equipes do Corpo de Bombeiros. Além disto, foram atendidas 550 ocorrências de incêndios nesse período no Estado.

A operação

Com uma expectativa de público 25% maior do que a registrada no ano passado, as forças de segurança do Estado reforçaram o policiamento. Neste ano, a Operação Carnaval Mais Seguro contou um esquema especial com uma média de mais de 22 mil policiais civis e militares atuando diariamente em todo o estado de São Paulo. Também houve reforço no número de viaturas e de aeronaves. As equipes continuarão empenhadas garantindo a segurança da população no período pós carnaval, até o próximo final de semana.