Prestador de serviços segue adolescente em condomínio

Um prestador de serviços foi denunciado por importunação sexual contra uma adolescente de apenas 14 anos. Ele foi contratado para realizar serviços no prédio e, ao ver a menina jogar lixo, passou a segui-la.

Câmeras de monitoramento gravaram tudo: ele segue a garota pelos corredores da área externa até o elevador.

Quando ela aperta o botão para subir no seu andar, ele encosta nos fundos do elevador e liga o celular no modo câmera, apontando para a jovem, sem escolher nenhum andar no painel, para quem vai subir.

Quando a menina sai do elevador, ele vai atrás dela.

Segundo depoimento da vítima para a delegada Milena Fernandes Galhardo Anhe, o prestador de serviços do condomínio tentou entrar no apartamento com a vítima, que passou a gritar chamando o pai.

Os vizinhos e moradores do prédio estão revoltados. Eles apoiaram a vítima e agora esperam que ele seja punido pela Justiça de Jundiaí.

Os vídeos mostram claramente que a jovem foi seguida a todo instante e o acusado não apertou nenhum botão do elevador, para indicar que iria em algum andar.

No ano passado a equipe da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) também teve outro caso semelhante, onde um homem seguiu uma adolescente por toda a avenida Jundiaí até o Bolão, fazendo insinuações sexuais para a adolescente. Câmeras de vários estabelecimentos gravaram a perseguição.